O Governador eleito do Paraná, Ratinho Jr(PSD), deverá anunciar, no início da próxima semana, a  adoção de medidas de reforma administrativa e a extinção de pelo menos metade das secretarias. A mudança é para reduzir os gastos públicos na nova gestão.

  • Compartilhe no Facebook

A informação foi dada hoje pela manhã(12) no Programa Pauta Dinâmica da Rádio Club de Palmas pelo futuro Chefe da casa Civil, Guto Silva. Conforme o Dep. Estadual(reeleito) a proposta é de que das atuais 28 secretarias permaneçam entre 14 e 15, além de extinção de privilégios políticos, diretorias, veículos e celulares.  “Vamos devolver a aeronave do governador. Não adianta falar em austeridade e não agir como tal” , disse ele.  O plano de transição também prevê que empresas estatais indiretas sejam incorporadas.

Frisou que a equipe do futuro governo está focada em implementar  medidas que que surtam efeitos imediatos para atender aos compromissos, em virtude dessa mudança de comportamento político e de gestão. “ O Estado que consome todo o tributo e não  dá retorno a população tem que ser revisto. A máquina pública deve ser coerente com a realidade que o pais vive”, avaliou.