A decisão da prefeita Dona Maria, foi publicada no Diário Oficial (DIOEMS) nesta quarta-feira(14), em decorrência da tempestade entre o final de outubro e início de novembro afetando áreas urbana e rural. Com a emergência homologada pelos governos, o município passa a receber o auxílio oficial para reparação dos danos.

No documento, relata que ventos entre 51 e 97,1 quilômetros/hora ocasionaram destelhamentos em casas, escolas, comércios, prédios públicos,  danos na infraestrutura geral e estradas rurais. Também ocorreram interrupções no fornecimento de energia elétrica e água potável.

Diante do quadro, a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil – COMPDEC, emitiu parecer favorável ao Decreto. O governo local atuou, juntamente com demais entidades,  na reparação emergencial dos problemas  disponibilizando todos os recursos materiais e humanos à disposição de forma a amenizar os prejuízos registrados.