O governador Beto Richa recebeu, nesta quarta-feira (22), no Palácio Iguaçu, prefeitos, deputados e lideranças da região Sudoeste do Estado e apresentou o projeto de concessão da PR-280, uma das maiores demandas da região. Com 284 quilômetros de extensão, que vai do município de Realeza até Palmas, no Sul do Estado, a rodovia está bastante deteriorada, devido ao tráfego intenso de veículos pesados, e oferece risco à segurança dos usuários.

“Em setembro o Governo do Estado irá lançar o edital para empresas que queiram participar da duplicação da PR-280, com posterior concessão desta rodovia, atendendo a demanda da região”, disse Richa.

Participaram do encontro com o governador o prefeito de Assis Chateaubriand e presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP), Marcel Micheletto; o prefeito de São João e presidente da Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (AMSOP), Altair Gasparetto; os prefeitos de Francisco Beltrão, Antonio Cantelmo Neto; de Bituruna, Claudinei Castilho; de Pato Branco, Augustinho Zucchi; de Nova Prata do Iguaçu, Adroaldo Hoffelder; de Mangueirinha, Albari Guimorvan Fonseca dos Santos; de Coronel Vivida, Frank Ariel Schianini; de Realeza, Milton Andreoli; e de Porto Barreiro, Marinês Crotti.

O governador afirmou que pela situação precária em que se encontra, a PR-280 traz hoje muitos transtornos e dificuldades para a população. “Muitas famílias que utilizam esta rodovia arriscam sua segurança. Nestes tempos de fortes chuvas, ocorreu deterioração forte e acentuada da qualidade do pavimento. Tão logo haja estiagem, vamos entrar com uma grande operação de revitalização do pavimento nos trechos em que forem necessários”, explicou o governador. Depois disso, em setembro, será lançado o edital para as empresas interessadas em participar da duplicação.

“Ficou claro com os prefeitos e lideranças da região e com as instituições do Sudoeste, é que faço questão da maior transparência na discussão do assunto, que possamos discutir passo a passo com a sociedade do Sudoeste a melhor proposta de duplicação, que atenda a demanda da região no que se refere à segurança dos usuários, com uma tarifa justa e acessível”, afirmou Richa.

DEFESA

Para os prefeitos do Sudoeste, a concessão é a alternativa mais viável para a melhoria da rodovia, com tarifas de pedágio que não onerem a população. “Muitos motoristas desviam da BR-277 e acabam utilizando a PR-280, o que acaba deteriorando e precarizando a rodovia. Além disso, o número de acidentes é muito elevado”, explicou o presidente da AMSOP, Altair Gasparetto. “Os 42 prefeitos da região vão defender o projeto de concessão junto à população e realizar audiências públicas para discutir as maiores demandas”, disse.

De acordo com Gasparetto, as melhorias na rodovia irão contribuir com o desenvolvimento da região. “O Sudoeste é uma área muito produtiva, que está crescendo muito, e nós precisamos encontrar soluções para escoar nossa safra ao Porto de Paranaguá e para o resto do Estado”, destacou Gasparetto.

PROJETO

O projeto desenvolvido pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) prevê uma série de melhorias, como a duplicação do trecho entre Pato Branco e Francisco Beltrão. O custo para as obras, num intervalo de 25 anos, está estimado em R$ 1,8 bilhão. “Fizemos uma contagem de tráfego da rodovia, que chegou em torno de 7,5 mil veículos circulando por dia, o que justifica fazer a concessão”, disse o diretor-geral do DER-PR, Nelson Leal Junior.

O DER-PR está estudando as necessidades da rodovia – onde precisa de duplicação, de terceiras faixas e de viadutos – e, em setembro, será lançado o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) para as concessionárias. “Vamos dar seis meses para as empresas fazerem o projeto. O DER vai escolher o melhor, que vai para licitação, valendo a menor tarifa. Estamos propondo uma tarifa básica de R$ 6 a cada 50 quilômetros de rodovia”, explicou.

Participaram do evento o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano, e os deputados estaduais Guto Silva, Paulo Litro e Wilmar Reichembach, além de lideranças da região Sudoeste.

Fotos: Orlando Kissner/ANPr