A vida dos paranaenses ficará mais cara a partir do próximo ano com a decisão do governador Beto Richa(PSDB) em aumentar impostos que afetam a todos indistintamente. As medidas do chamado “pacote de maldades” foi aprovado pela maioria dos deputados paranaenses. Os deputados com base na região Sudoeste que votaram contra o pacotaço foram: Anibelli Neto (PMDB); Luciana Rafagnin (PT);Nelson Luersen (PDT);Nereu Moura (PMDB). Já os  parlamentares da região que ajudaram a salgar o lombo dos paranaenses foram  Ademar Traiano (PSDB) e Rose Litro (PSDB).

 

Conforme explicou o deputado, Nelson Luersen, entre os projetos mais emblemáticos aprovados ontem estavam  que institui taxação de 11% para os aposentados e pensionistas do estado que recebem acima do teto do INSS, hoje fixado em R$ 4.390,24; o de nº 513/2014, que aumenta de 12% para 18% ou 25% a alíquota do ICMS sobre até 95 mil itens de consumo popular, como medicamentos, produtos de higiene e eletrodomésticos. em 40% a alíquota do IPVA; e em um ponto porcentual a do ICMS do álcool e da gasolina; o  que cria um plano de previdência complementar para os servidores que ingressarem no serviço público a partir da entrada em vigor da lei; o que retira a autonomia financeira da Defensoria Pública e modifica a escolha do defensor-geral, de voto direto dos defensores para lista tríplice.

Veja como votou cada deputado no projeto do tarifaço do governo do Paraná (1ª votação):

A favor – 34

Ademar Traiano (PSDB)
Ademir Bier (PMDB)
Alexandre Curi (PMDB)
Artagão Jr. (PMDB)
Bernardo Ribas Carli (PSDB)
Caíto Quintana (PMDB)
Cantora Mara Lima (PSDB)
Cleiton Kielse (PMDB)
Douglas Fabrício (PPS)
Dr. Batista (PMN)
Duílio Genari (PP)
Elio Rusch (DEM)
Evandro Jr. (PSDB)
Felipe Lucas (PPS)
Fernando Scanavaca (PDT)
Francisco Bührer (PSDB)
Gilberto Ribeiro (PSB)
Jonas Guimarães (PMDB)
Luiz Accorsi (PSDB)
Luiz Claudio Romanelli (PMDB)
Luiz Eduardo Cheida (PMDB)
Marla Tureck (PSD)
Mauro Moraes (PSDB)
Nelson Garcia (PSDB)
Nelson Justus (DEM)
Ney Leprevost (PSD)
Osmar Bertoldi (DEM)
Pedro Lupion (DEM)
Plauto Miró (DEM)
Rasca Rodrigues (PV)
Rose Litro (PSDB)
Stephanes Jr. (PMDB)
Waldyr Pugliesi (PMDB)
Wilson Quinteiro (PSB)

Contra –16

Adelino Ribeiro (PSL)
André Bueno (PDT)
Anibelli Neto (PMDB)
Elton Welter (PT)
Enio Verri (PT)
Gilson de Souza (PSC)
Luciana Rafagnin (PT)
Nelson Luersen (PDT)
Nereu Moura (PMDB)
Paranhos (PSC)
Pastor Edson Praczyk (PRB)
Péricles de Mello (PT)
Professor Lemos (PT)
Roberto Aciolli (PV)
Tadeu Veneri (PT)
Tercílio Turini (PPS)

Não votaram – 3

Hermas Jr. (PSB),
Teruo Kato (PMDB),
Toninho Wandscheer (PT)

Obs.: Valdir Rossoni (PSDB), como presidente, só vota em caso de empate.