Por Everton Leite

 

A geração de empregos caiu 25,9% em âmbito nacional e 9,8% no Paraná na comparação entre o primeiro semestre deste ano com o de 2011. Já em Francisco Beltrão os números também são negativos com 48 desligamentos em junho e julho de 2012, porém no ano os números são positivos de 745 empregos gerados.

 

O maior gerador de empregos continua sendo o setor de serviços, seguido do comércio e indústrias. A maior rotatividade de profissionais acontece na construção civil. Segundo o chefe da Agência do trabalhador de Francisco Beltrão, Valdeci Priester essa é uma fase ruim que vive o país, porém ele acredita na recuperação a partir de agora até o final do ano.