Em Palmas, sul do Paraná, a conta com a concessão de diárias aos vereadores e servidores totalizou R$ 170.976,86 entre os meses de janeiro e setembro deste ano. O valor é 5,29% maior que no mesmo período do ano passado. Os dados constam no Portal da Transparência. ACESSE

Comparativamente, o Legislativo local gastou mais que municípios maiores na mesma região, como  Pato Branco, R$ 46.003,16 e Francisco Beltrão R$ 55.104,00.  O município de Dois Vizinhos, apresentou um gasto de R$ 23.414,00 ao longo dos nove meses do atual mandato. Xanxerê, no Oeste de Santa Cataria, praticamente  com a mesma população do  município sul paranaense, registrou diárias de R$ 36.400,00.

O valor da diária também é maior. Em Pato Branco, a diária é de R$ 480,00; Francisco Beltrão, R$ 350,00. Em viagens para fora do Paraná, os vereadores e servidores palmenses tem direito a receber R$ 629,93, mais 30% relativos ao pernoite, ficando em R$ 817,00. Para deslocamento no Estado, R$ 566,91, mais 30%, o que fecha em R$ 613,00. No âmbito da região, o valor destinado é de R$ 236,22, mais o pernoite, R$ 306,00.

A diária é um direito do vereador  e o valor é definido por meio de resolução. O gasto precisa ser autorizado previamente pela presidência da Casa. A Câmara de Palmas, Sul do Paraná, gastou R$ 202,6 mil em diárias no ano de 2017. O montante é 45% menor que o gasto em 2016.

  • Compartilhe no Facebook