por Ivan Cezar Fochzato

 

O Frigorífico Palmali, de Palmas, está ampliando sua linha de produção e passará a processar a matéria prima também na unidade local. Na próxima semana a empresa já deve iniciar a produção de temperados, incorporando ao setor produtivo trinta novos funcionários. Os setores de defumados e embutidos serão os próximos a serem agregados na unidade industrial palmense. A expectativa dos proprietários é que esta ampliação da produção seja concretizada em no máximo um ano.

 

Para possibilitar o incremento na atividade, o município de Palmas estará firmando um acordo de cooperação técnica com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para a realização da inspeção sanitária e industrial dos produtos. Projeto de Lei, neste sentido, já está sendo analisado pelo Poder Legislativo local, autorizando o município a estabelecer o convênio com o órgão federal.

 

 

O acordo leva em conta o projeto de ampliação das instalações e produções do Frigorífico Palmali, sendo necessários mais fiscais sanitários para inspeção sanitária.Como o Ministério da Agricultura não dispõe de estrutura suficiente para a realização do trabalho, pelo Termo de Cooperação, o município disponibilizará servidores para integrar a equipe responsável pela execução da inspeção sanitária.

 

 

Fundada em Junho de 1987 pelo empresário Ivo Dalla Costa, a PALMALI INDUSTRIAL DE ALIMENTOS LTDA, tem suas instalações de abate localizadas em prédio próprio, com cerca de 12.000 m2 de área construída, com capacidade para abate e desossa de 1.200 cabeças de suíno por dia. Especializada na produção de cortes in natura, em curto espaço de tempo conquistou importante fatia do mercado nacional, exportando também para países da Ásia, África, e outro países. O frigorífico Palmali conta com unidades de Maringá e Rancharia,SP, onde atua no ramo de aves. Em Marmeleiro está a unidade de produção genética.