Esta sendo julgado no Salão do Júri do Fórum Desembargador Cid Câmpelo no em Palmas, sul do Paraná, Adriel Ferreira de Oliveira, acusado de matar o casal Aldrei Baumer de Souza, 24, e Mayara Schuster das Cruz, 18, crime ocorrido em Coronel Domingos Soares.

Familiares do réu e das vítimas, amigos e populares lotaram o plenário desde as primeiras horas do dia. Um forte esquema de segurança foi montado para resguardar a integridade física do réu e dos participantes, com revista pessoal feita por equipes de policiais militares da 2°Cia na entrada do Fórum.

11428063_1624983454415237_9222921966547974425_n
  • Compartilhe no Facebook

Foto: Alencar Pereira

No plenário, familiares de Aldrei e Mayara usam camisetas com a foto do casal e nela a escrita “o que Deus uniu nem a morte os separou”.  Segundo informações o uso do material foi liberado pelo Juiz que preside a sessão de julgamento. A previsão inicial é de que a sessão possa ter mais de um dia de duração, em função do elevado numero de testemunhas arroladas ao processo. Apesar da expectativa e tensão dos familiares o clima é de tranquilidade.

11391761_1624983574415225_2377329143036937330_n
  • Compartilhe no Facebook

Foto: Alencar Pereira

Crime

Segundo o que consta na denuncia o crime foi movido por ódio e inveja da situação sentimental e financeira do seu meio irmão Aldreil.  O crime foi solucionado quanto à autoria através de um trabalho de investigação do Setor Policial de Palmas que durante trinta e seis horas de trabalho levantaram todos os fatos até a conclusão do inquérito.  No processo consta que o autor matou o casal a golpes de faca e madeira enquanto dormiam.

A sessão do Júri está sendo presidida pelo Juiz de Direito Henrique Kurscheidt, promotoria de Justiça é exercida pelo promotor Alexsandro Luiz dos Santos, na defesa do réu os advogados Anderson Barreto e Cristian Reis.