O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) promoveu o Fórum de Acessibilidade 2019 na tarde desta segunda-feira (26), no auditório da UTFPR em Pato Branco. O evento contou com 170 participantes de diversos municípios da região, entre lideranças públicas, representantes de entidades de classe e acadêmicos dos cursos de Engenharia, entre outros.

Em uma das palestras: Arborização Urbana e Acessibilidade na Mobilidade Urbana, a Engenheira Agrônoma, Marlene Ferronato, salientou que a mobilidade urbana e a acessibilidade são novidades que estão sendo lançadas nos planos de governo.

O prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, falou sobre o trabalho desenvolvido no município, o terceiro no Brasil a ser certificado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como Cidade Amiga do Idoso. Também pontuou que há muitos proprietários de imóveis com valores milionários no centro da cidade que não fazem sua parte e deixam os locais sem as devidas calçadas.

A Engenheira Civil, Célia Neto Pereira da Rosa, apresentou o Manual Prático de Acessibilidade lançado em fevereiro deste ano e que auxiliou em sua elaboração. Explanou que no Brasil, cerca de 30% da população é composta por pessoas com algum tipo de deficiência. Até 2050, a maior parte da população do país terá 60 anos ou mais.

O Coordenador da Comissão de Acessibilidade do Crea-PR, Edson Perez Guerra, pontuou que é preciso discutir sobre o que está sendo feito, o que falta fazer e de quem é a responsabilidade.Fonte/Fotos:Assessoria Crea/PR/Antônio Menegatti.