Por Evandro Artuzi  (Com informações da AEN)

Mais de 2,5 toneladas de carvão foram apreendidas por policiais do Batalhão de Polícia Ambiental – Força Verde (BPAmb – FV) no município de Capanema, na fronteira do Paraná com a Argentina. O material foi localizado pelos policiais no último fim de semana, e estava espalhado por um matagal, em região de difícil acesso na área rural do município.
A apreensão ocorreu através de uma denúncia anônima feita à Força Verde. A carga vinha ilegalmente da Argentina através de um porto clandestino improvisado na fronteira.O material estava escondido embaixo de galhos na mata, próximo ao Rio Santo Antônio. No total, foram apreendidos 2.506 kg de carvão. “Foi uma grande ação da PM. Cada uma das 716 sacas pesava 3,5kg. Provavelmente, o material será doado pelas autoridades a alguma instituição que necessite”, destaca o sargento da Força Verde Elessandro Eduardo Pinha.
O policial afirma que crimes desse tipo lesam a população na arrecadação tributária, tanto estadual quanto municipal. “Esses materiais têm que passar pela alfândega, deve ser feita nota de entrada do produto no país, além de necessitar de inspeção da Receita Federal e do registro do Ibama para circular legalmente em território brasileiro. Infelizmente, o preço desses produtos na Argentina é muito baixo, o que atrai contrabandistas” explica o sargento. Qualquer cidadão pode ligar para a Força Verde e fazer denúncias sobre crimes ambientais. As ligações podem ser feitas pelo telefone 0800-6430304 e o denunciante não precisa se identificar.

Ouça