Chegou ao final o Concurso Nacional de Redação e de Projetos, promovido pelo Observatório Social do Brasil (OSB. Alunos de escolas do Paraná, Piauí e Bahia foram os grandes vencedores. Com o tema “Cada brasileiro pode ser uma área livre de corrupção”, a iniciativa, que conta com o patrocínio do Sindifisco Nacional e Unafisco, foi classificada em três etapas – municipal, estadual e nacional, e dividida em duas categorias: Redação, voltada para estudantes do 8° e 9° ano do ensino fundamental, e Projetos, para ensino médio. A premiação será feita no início de 2015, em data e local a serem anunciados.

O município de Palmas foi um dos 15 do pais a participar da iniciativa que envolveu mais de cinco mil alunos, de 80 escolas. Na etapa nacional foram recebidos 45 redações e 16 projetos. A estudante Ana Luiza Pagani Thomal, do colégio Nossa Senhora da Glória, em Apucarana (PR), venceu o concurso estadual e nacional de Redação com o tema “Transformando a Realidade da Corrupção”. Na categoria Projetos, a primeira colocada foi Caline Melo Santos, de Santo Antônio de Jesus (BA), estudante da Escola Estadual Democrática Dr. Rômulo Almeida.

Para o presidente do OSB, Ater Cristófoli, envolver os jovens em ações e discussões em torno da Educação para Cidadania é fundamental. A iniciativa, lembra ele, vem ao encontro da segunda proposta mais votada na 1ª Conferência Nacional sobre Transparência e Controle Social, organizada pela Controladoria-Geral da União (CGU), que insere no currículo escolar disciplina que aborde o controle social, receitas e despesas da gestão pública, direitos do cidadão, políticas sociais e públicas, transparência, combate à corrupção, entre outros.

O Concurso de Redação e de Projetos envolveu municípios que contam com Observatórios na Bahia (Santo Antônio de Jesus), Mato Grosso do Sul (Campo Grande), Rio Grande do Sul (Erechim e Lajeado), Santa Catarina (Imbituba), São Paulo (Mococa e São José do Rio Preto), Piauí (Picos) e Paraná (Apucarana, Campos Gerais, Irati, Mandaguari, Marechal Cândido Rondon, Medianeira e Palmas).

Na fase municipal em Palmas, participaram  mais de 500 estudantes de escolas públicas e privadas e os vencedores foram premiados em solenidade no Auditório da ACIPA – Associação Comercial e Empresarial de Palmas aos primeiros colocados. Ao final foram selecionadas dez produções que receberam também medalhas. As melhores redações foram premiadas com dinheiro e tiveram a oportunidade de participar das fases estadual e nacional