Um fato triste foi constatado em Pato Branco por funcionários de uma empresa terceirizada que presta serviço à Sanepar. Na tarde de sábado (16), enquanto trabalhavam na estação de tratamento de esgoto no Bairro Planalto, os funcionários encontraram um feto preso nas grades de triagem da estação.

Pelo que foi observado, a polícia acredita que ele tenha entre 3 e 4 meses de formação.O local foi isolado para perícia da Criminalística e na seqüência, o IML fez a remoção do feto. O gerente da Sanepar em Pato Branco, Aderbal Roncatto, informou que as equipes fazem o trabalho de limpeza do elevatório diariamente, inclusive das grades onde o feto foi encontrado. Ele lamentou a situação.

A Polícia Civil vai investigar o caso com intuito de descobrir quem e, em quais condições, teria jogado o feto no esgoto.