Circula nas redes sociais um site para fazer o cadastramento do Auxílio Emergencial, concedendo benefícios de R$ 600,00 a R$ 1.200,00. Ao clicar no link, a pessoa é direcionada para uma página com questionamentos. Ao concluir as respostas, é solicitado que compartilhe o site no WhatsApp e, que dentro de cinco minutos receberá o número de protocolo. O site é falso.

O link do site não está atrelado ao Ministério da Saúde ou alguma instituição pública. O endereço eletrônico foi analisado pelo Analista de Sistemas da prefeitura de Chopinzinho, Renato Capelli, que constatou a falsificação. “É um site malicioso que é utilizado para roubar informações pessoais. Quem fizer o cadastro utilizando o celular pode gerar travamentos, além disso, o IP do computador fica cadastro no banco de dados”.

Existe, de fato, um projeto de lei que foi aprovado pela Câmara dos Deputados na quinta-feira (27), e prevê um suporte de três meses, no valor de R$ 600,00, por pessoa, destinados aos trabalhadores autônomos, informais e sem renda fixa durante a crise provocada pela pandemia de coronavírus. O auxílio pode chegar a R$ 1.200 por família e agora, segue para análise do Senado.

Da redação, com informações da assessoria