O Diretor da Faculdade Municipal de Educação e Meio Ambiente (FAMA) de Clevelândia, Sudoeste do Paraná, já cumpriu a maioria das metas definidas no planejamento institucional para este período do ano de 2017. Foram executadas medidas nos âmbitos pedagógicos, estruturais e de inserção social.

Relatou, Rafael Barboza, que todo o trabalho segue um cronograma sólido para o bom funcionamento da Instituição. “Iniciamos com o Processo para contratação de professores. Um processo transparente, ético, sempre respeitando os princípios da administração pública”, enfatizou.

Outra preocupação, disse ele, foi à composição da equipe de trabalho junto à direção e coordenação da FAMA, com servidores comprometidos com o projeto de gestão da Faculdade. “Isso permitiu, com êxito, proceder a regulamentações dos Estágios Curriculares Supervisionados, Comissão Própria de Avaliação”, informou.

pp
  • Compartilhe no Facebook

“Estamos satisfeitos com o resultado” avaliou o Diretor da FAMA.

Explicou que desde o início do ano o envolvimento da Instituição e dos alunos em projetos e ações, para além do meio acadêmico, foram consistentes. Inicialmente a FAMA participou da formação pedagógica dos professores municipais, palestra do Conselho Regional de Administração, cursos gratuitos à população de oratória e de inclusão digital. “Destacou o trote solidário dos acadêmicos em favor do Lar dos Idosos, João Paulo II, a Páscoa Solidária e a oportunidade da inclusão digital a alunos da Escola Municipal Antonio Marcelino Pontes”, mencionou o Diretor.

Para Barboza foram dados passos importantes para ampliação e melhoramento da estrutura da Instituição. Citou, como exemplo, um Projeto com a Secretaria da Ciência e Tecnologia do PR (SETI) para aquisição de livros, computadores, projetores e impressoras, o qual nos próximos dias será liberado. Também foi encaminhada a reestruturação da Empresa Junior no curso de Administração.

Além de parcerias com o INOVA Pós Graduação e Achieve Languages para certificações de especializações Lato Sensu, a FAMA, internamente, está centra esforços para implantação e regulamentação do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) qualificando o processo de ensino/aprendizagem e da relação entre professores e alunos. “Como temos um curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, aprimoraremos ininterruptamente as Tecnologias da Informação e Comunicação TICs) na Educação”, disse ele.

Informou que, recentemente, também foi possível organizar a participação dos estudantes vida da Instituição, através da implantação do Diretório Acadêmico e a regulamentação dos cursos e os diversos núcleos para o correto funcionamento da IES. “Programamos, além da constante formação para os docentes da FAMA, a oferta de cursos preparatórios para o ENEM, ciclo de palestras e mostra de profissões”, relatou.

Conforme o Diretor, apesar das dificuldades, naturalmente, impostas para uma instituição de ensino superior pública, a FAMA está conseguindo, com o apoio do Poder Público Municipal, marcar positivamente a sua presença não só educacional, mas também, de instrumento de desenvolvimento local e regional. Nesse sentido e para contribuir com as políticas públicas municipais, buscou sua inserção e efetiva participação nos Conselhos, Comissões e Colegiados públicos.  “O apoio dos professores, estudantes e das comunidades tem sido fundamentais para os projetos e ações desenvolvidas neste primeiro quadrimestre, mesmo com todas as dificuldades. Estamos satisfeitos com o resultado”, finalizou.