por Ivan Cezar Fochzato
 

Enquanto as exportações brasileiras registraram alta de 31% e a paranaense de 25,14%, a venda ao exterior da produção gerada pelo setor industrial de Palmas, Paraná, de janeiro a novembro superou os 81,5 milhões de dólares, com alta de 44,02% na comparação com mesmo período do ano passado (US$ 56.654.833).As importações tiveram US$ retração de 49,92% no mesmo período, com um volume de US$ total de 1 milhão, 193 mil, contra US$ 2 milhões, 382 mil, em 2009.O saldo segue positivo em US$ 80, 4 milhões, segundo dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

 

Entre os produtos que contabilizaram incremento nas exportações destacam-se a madeira processada (compensados); heparina. Ainda contribuem para o saldo positivo artefatos de alumínio, carne suína congelada e derivados e; produtos fabricados a partir da celulose.

 

 

Os principais países compradores dos produtos da indústria palmense são; Bélgica, Reino Unido, Espanha. Alemanha, todos com volumes de compra acima dos 10 milhões de dólares.Acima dos US$ 2,5 milhões estão: Itália, Porto Rico e Estados Unidos. Com volume inferior a US$ 2 milhões estão Holanda, Austrália, Jamaica, Chile, Argentina, Trinidad e Tobago, França e Haiti.

 

Outros quinze países de vários continentes figuram como potenciais compradores da indústria palmense. Já com relações às importações os produtos vieram em maior volume de países como: China, Indonésia, Finlândia e Japão, que forneceram equipamentos e insumos básicos para a indústria local.