Por Evandro Artuzi

Foi realizada nesta segunda-feira (23/04), à noite, no 16º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado de Francisco Beltrão a reconstituição do roubo do Fuzil, fato registrado em 29 de março. A reconstituição foi requerida pelo oficial responsável pelo IPM (Inquérito Policial Militar) que apura como o roubo ocorreu.

 

Essa foi à segunda reconstituição, a primeira aconteceu no sábado (21/04). Participaram o soldado que estava com o Fuzil roubado, oficiais que fazem parte do IPM e o advogado do militar.

 

Com essa atitude o comando do Exército pretende apurar os fatos com isenção, sem apontar culpados injustamente. A reconstituição desta segunda-feira (23) foi realizada no mesmo horário em que ocorreu o roubo, pouco depois das 21 horas.

 

Mesmo com a realização das reconstituições, as buscas pelo Fuzil continuam em Francisco Beltrão, garantiu o Capitão Coutinho Nascimento, comandante do 16º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado.

 

Rondas do Exército estão acontecendo normalmente em vários bairros beltronenses. O militar que teve a arma roubada continua no Quartel colaborando com as investigações.