Eduardo Alves Cardoso, 28 anos, morreu após ter sido esfaqueado pela ex-namorada em Pato Branco, no sudoeste do Estado. A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar por volta das 11h40 de sábado (19).

Segundo uma testemunha, Eduardo estava em casa deitado no sofá quando a ex-namorada Gesiane Farias Pereira, 20 anos, invadiu o local e desferiu dois golpes de faca, um no peito e outro no pescoço do mesmo. A vítima chegou a ser socorrida, mas morreu pouco depois no hospital. O corpo foi recolhido ao IML de Pato Branco.

A autora do crime foi localizada escondida em uma residência na Travessa Andirá, que fica próximo ao local do crime. Um homem que estava na casa também foi preso ao tentar impedir o trabalho da polícia. Ambos foram conduzidos à 5ª SDP e Gesiane foi autuada em flagrante.

Conforme o delegado Leonardo Guimarães, informalmente a acusada contou que cometeu o crime devido as constantes ameaças e agressões que sofria da vítima. “Os dois tinham um relacionamento bastante conturbado, onde ela era frequentemente agredida por ele. Da mesma forma ela fazia ameaças a vítima e infelizmente terminou dessa maneira”, disse.

Apesar de ter comentado informalmente o motivo da agressão que provocou a morte do ex-namorado, no depoimento a acusada preferiu se manter em silêncio.