O Ministério Público do Estado do Paraná formalizou hoje(15) ao Poder Judiciário da Comarca, a denúncia contra o ex-diretor do Departamento de Urbanismo de Palmas, Sul do PR, acusado de falsidade ideológica e recebimento de vantagens indevidas no exercício da função pública. Em caso de condenação (art. 299 CPP), a pena é a de detenção de 01 a 03 anos, majorada em 1/6 em razão do crime ter sido praticado por servidor público. A denúncia ocorreu após trabalho de investigação do suposto crime entre os anos de 2015 e 2016.

Em 26 de Janeiro deste ano, foi realizada Operação Torre de Babel, onde foram cumpridos mandados de busca e apreensão junto ao Departamento de Urbanismo e em respectivas residências e escritórios de investigados. A ação  envolveu polícias Militar e Civil,  e acompanhada pelo representante do Ministério Público, José de Oliveira Júnior. Na ocasião foram apreendidos computadores, tabletes e diversos documentos.

De acordo com o referido Promotor de Justiça, as investigações não se encerram com o oferecimento da denúncia, tendo em vista que são vários os fatos criminosos ainda sob investigação altamente sigilosa.