Pato Branco, no sudoeste do Paraná, será uma das seis cidades brasileiras a receber, em 2013, o AgroEX – Seminário do Agronegócio para Exportação, iniciativa da Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). O evento tem como objetivo disseminar informações estratégicas para estimular os agentes do agronegócio brasileiro a aumentarem sua participação no mercado internacional.

A 55ª edição do AgroEx será realizada no dia 20 de junho, no Anfiteatro Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), campus de Pato Branco. Lançado oficialmente na última semana, o evento é direcionado para produtores rurais e representantes de cooperativas, associações, sindicatos, agroindústrias, distribuidores, exportadores, acadêmicos e instituições de apoio ao agronegócio.

“O seminário é realizado para divulgar informações estratégicas, para estimular empresas do agronegócio e produtores a buscarem o mercado externo”, detalhou Diego Ghedini Gheller, fiscal federal agropecuário do MAPA. A data de 20 de junho foi escolhida para facilitar a participação, uma vez que o período é de baixa movimentação, de entressafra.

Além de demonstrar os programas do governo federal que apoiam a atividade agroexportadora, o seminário repassará um panorama das principais negociações internacionais no setor, debaterá questões sanitárias e fitossanitárias, divulgará linhas de financiamento às exportações, formas de agregar valor aos produtos, estratégias de promoção internacional e apresentará um passo a passo da exportação no agronegócio.

“O conjunto de entidades integradas para trazer o evento é uma demonstração da sua importância para a região. Além disso, quando se debate a internacionalização, não se pensa somente em exportação. Esse cenário também ajuda no fortalecimento de nossas empresas, deixando-as mais competitivas para enfrentar a concorrência com as estrangeiras”, afirmou o consultor do Sebrae/PR, Nézio José da Silva.

Integração

Uma estratégia local para integração entre a região sudoeste, o estado do Paraná e os países vizinhos é o chamado corredor logístico, tema que foi abordado no lançamento do AgroEx pelo subchefe da Casa Civil do governo do Paraná, Guto Silva.

O sudoeste tem uma característica diferenciada, que envolve três pontos de fronteira seca, em Barracão, Santo Antonio do Sudoeste e Capanema. “Temos no sudoeste uma condição privilegiada para trazer um fluxo importante de produção, cargas e desenvolvimento que hoje é escoado por outra região”, destacou Guto Silva.

De acordo com o representante do governo estadual, já existe um mapeamento sobre quais são os ativos e os gargalos para potencializar a posição estratégica que a região ocupa na América do Sul e no Mercado Comum do Sul (Mercosul). 

“O sudoeste do Paraná, como um todo, pertence à faixa de fronteira, e a fronteira deve ser vista como um espaço de oportunidades, de desenvolvimento. Para isso, trabalhamos com vários atores para abrir aduanas, readequar rodovias e zonas de exportações dos portos secos”, reforçou Nézio da Silva.

Oportunidade

O secretário de Agricultura de Pato Branco, Clodomir Ascari, salientou o fato da cidade e da região serem as únicas no Paraná a receber o seminário. “É um privilégio e uma oportunidade para a cidade e região. A globalização influencia todos os setores e na agricultura não é diferente. Um evento desta natureza, que discute o mundo dentro do agronegócio, é importante porque precisamos ter a noção de onde estamos e onde podemos chegar”, completou Ascari.

Além de Pato Branco, em 2013, o cronograma de seminários AgroEx tem como sedes Aracaju (SE), Passo Fundo (RS), Uberlândia (MG), Lages (SC) e Ji-Paraná (RO).

São parceiros do MAPA, na realização do seminário em Pato Branco, o Sebrae/PR, a Prefeitura de Pato Branco,  UTFPR,  Sociedade Rural, Sistema Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP), Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar),  Associação Comercial e Empresarial de Pato Branco (ACEPB), Governo do Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP),  Sindicato Rural de Pato Branco, União das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária  (Unicafes PR)  e Agência de Desenvolvimento do Sudoeste.

O seminário, no dia 20 de junho, acontecerá das 9 às 16 horas na UTFPR, em Pato Branco. O endereço é a Via do Conhecimento, km 1. O número de vagas é limitado e as inscrições gratuitas podem ser feitas no endereço eletrônico www.agricultura.gov.br/internacional.