Está prevista para este mês, a conclusão do Estudo de Viabilidade Técnica Econômica e Ambiental (EVTEA) da ferrovia EF-151 – Norte Sul – trecho que liga os municípios de Panorama (SP) e Chapecó (SC). O projeto gera expectativa também nas regiões sudoeste e centro-sul do Paraná, pois, ao cortar o Estado, a ferrovia deverá passar por municípios como Laranjeiras do Sul e Pato Branco.

Com uma extensão de aproximadamente 650 km, atravessando os estados de São Paulo, Paraná e Santa Catarina, o trecho ferroviário proporcionará nova opção de transporte para a produção das regiões. Lideranças da região oeste do Paraná reivindicam que o futuro trecho Norte-Sul passe entre as cidades paranaenses de Cianorte e Campo Mourão, entroncando-se com o terminal da Ferroeste, em Cascavel, e seguindo para o Sul, entre as cidades de Francisco Beltrão e Pato Branco, chegando até Chapecó.

Após a conclusão, os estudos são encaminhados ao Tribunal de Contas da União (TCU) que analisará todos os pontos e valores da obra. A previsão é de que os primeiros trechos da ligação Panorama-Chapecó sejam licitados no segundo semestre de 2015.

O EVTEA foi contratado pela VALEC Engenharia, Construções e Ferrovias S.A., em dezembro de 2012, com investimento no PAC (Programa de Aceleração Crescimento) de R$ 9,8 milhões para os trechos Panorama (SP) – Chapecó (SC) – Rio Grande (RS). O investimento total nesse trecho, deverá ultrapassar R$ 6 bilhões.