por Ivan Cezar Fochzato (com assessoria)

A Sanepar está plantando aproximadamente seis mil mudas de árvores para formar uma chamada cortina verde nas proxmidades das ETEs (Estações de Tratamento de Esgoto) das cidades de Pato Branco, Mangueirinha e Palmas. As cortinas verdes geralmente são formadas por três fileiras de árvores e têm a função de reduzir os efeitos dos gases emitidos pelo processo de tratamento.A padronização vegetal  foi definida pelos critérios de reflorestamento e paisagismo, contemplando também os aspectos estéticos, de segurança, conservação e manejo da estação.

 

width=250
  • Compartilhe no Facebook

As ETEs, em sua maioria, são construídas em locais afastados, mas com o crescimento das cidades, a vizinhança é gradativamente ocupada. As casas são construídas próximas das estações, sem respeitar a distância adequada, o que gera reclamações, entre os novos moradores, por causa do odor dos gases. “A implantação das cortinas verdes é resultado de pesquisas realizadas pela Sanepar, que indicam as espécies mais adequadas”, explica o gerente da Sanepar de Pato Branco, Aderbal Roncatto.

Até o final do ano serão concluídas as cortinas verdes de Mangueirinha e Palmas. O trabalho também será feito nas ETEs de São João, Clevelândia, Coronel Vivida e Chopinzinho. “Além de melhorar o aspecto visual e minimizar odores, o plantio de árvores pela Sanepar atende à legislação ambiental, quanto às áreas de preservação permanente”, diz Marilucia Cyrino Rodrigues, assistente social da Sanepar em Pato Branco, e coordenadora do projeto.

 

Tratamento – Em todas as sete unidades de tratamento de esgoto da microrregião de Pato Branco, a Sanepar utiliza o sistema de tratamento anaeróbio. O processo de tratamento  se dá pela estabilização dos resíduos pela ação de microorganismos, na ausência de ar ou de oxigênio elementar.

 

width=250
  • Compartilhe no Facebook

Este processo é realizado no Reator Anaeróbio de Lodo Fluidizado (Ralf), com tecnologia desenvolvida pela Sanepar. Este sistema não precisa de outros tipos de energia suplementar, e produz biogás, que pode ser utilizado como combustível. Outra vantagem é que este tipo de planta industrial não requer amplo espaço físico.