A ciclofaixa da rua Curitiba, em Francisco Beltrão, foi inaugurada em fevereiro de 2014, cumprindo exigências de mobilidade urbana do Governo Federal. Mas 20 dias após ser delimitada no acostamento da via, a Prefeitura de Francisco Beltrão passou a permitir que os veículos pudessem estacionar no local em horários específicos, o que causou uma grande revolta entre os ciclistas. Mas desde o dia 13 de abril, o Debetran proibiu novamente a ação dos motoristas e voltou a garantir o uso exclusivo das bicicletas.

Se ficou bom para os ciclistas, alguns comerciantes da rua Curitiba não gostaram da medida. Segundo eles, a falta de estacionamento no horário comercial prejudica os negócios e alguns até alegam ter perdido clientes.

“A gente já chegou a perder negócios por causa da falta de estacionamento. O ideal seria fazer uma ciclovia na calçada, principalmente na área central, para não prejudicar os comerciantes neste sentico”, comenta Jefferson de Lara, um dos empresários da rua Curitiba.

Com o uso exclusivo da ciclofaixa para ciclistas, até mesmo as crianças estão tendo oportunidade de utilizar a pista vermelha. Dona Anair Santi, que é de São João, veio para Francisco Beltrão e aproveitou para passear na ciclofaixa com os netos Yuri, de seis anos, e Brayan, de dez meses. Ela aprova a mudança do uso exclusivo da ciclofaixa.

“A gente que tem criança mais pequena, se sente mais segura para usar a pista. Nesta área vermelha, os meninos podem andar com a gente perto”, comenta Anair. “Eu gosto muito de andar na ciclofaixa porque aqui os carros não podem pegar a gente”, complementa o neto Yuri.

Depois de impedir o estacionamento de veículos na ciclofaixa, o município de Francisco Beltrão pretende, a longo prazo, ampliar a pista para os ciclistas até o Parque Alvorada, no na saída para Cascavel, mas a novidade ainda não tem data para ser aplicada.