Um terreno de 20 mil m2 próximo ao Conjunto Esperança será aproveitado pela Prefeitura para receber uma série de equipamentos públicos. Primeiramente, serão construídos no local a sede do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) e o centro de eventos do bairro, um espaço de lazer.

O prefeito em exercício, Eduardo Scirea, visitou o local nesta segunda-feira com o presidente da Associação de Moradores do bairro, Lauri Toassi. Segundo Scirea, as obras fazem parte do projeto de reurbanização do Padre Ulrico, que terá ainda outras melhorias, como o parque no lago das torres, uma nova escola, unidade de saúde e Centro de Educação Infantil. “Estaremos trazendo para próximo das pessoas que aqui residem uma série de equipamentos públicos, começando pelo oferecimento de um espaço social”, disse.

A secretária de Assistência Social, Ana Lucia Manfrói, e a diretora do Departamento de Informação, Pesquisa e Planejamento Municipal (DIPPM), Monica Miró, também acompanharam a visita ao local.

Toassi elogiou a iniciativa da Prefeitura e disse que a população do bairro está apreensiva pelas melhorias. “As pessoas nos abordam na rua e comentam a expectativa que estão com a preocupação do governo municipal em revitalizar o Padre Ulrico”, afirmou.

O Cras é um espaço que oferece cursos, oficinas e atividades a famílias em vulnerabilidade, priorizando os beneficiários do Bolsa Família. Divididos em grupos – de idosos, adolescentes e mulheres – os participantes recebem atendimento de psicólogos, assistentes e educadores sociais. Atualmente o espaço funciona junto a secretaria de Assistência Social e deverá ser levado, além do Padre Ulrico, que é o bairro com maior quantidade de usuários do serviço, ao São Miguel.

Tanto o Cras quanto o centro de eventos, que já tem R$ 750 mil viabilizados através de emenda do deputado federal Assis do Couto, devem começar a ser construídos este ano. A Secretaria do Esporte também prepara a revitalização da praça esportiva do bairro e a oferta de aulas semanais em várias modalidades.