Por Larissa Mazaloti

 

 

Preocupados com as contas públicas. Foram 290 inscrições de gestores e servidores públicos de toda a região sudoeste, para o evento organizado através da parceria da Amsop (Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná), Poder Público de Francisco Beltrão e TCE-PR (Tribunal de Contas do Estado do Paraná). Este último é responsável pela orientação dos participantes através da Escola de Gestão Pública do TCE.
 
 
O seminário: “Os gestores públicos e as providências de final de mandato” aconteceu durante toda a terça-feira (3) no Teatro Eunice Sartori – Espaço da Arte em Francisco Beltrão e contou com a presença do procurador geral do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas, Elizeu Correia.
 
 
De acordo com a responsável pelos treinamentos da Escola de Gestão Púlica, Joanildes Rocha, Beltrão é o primeiro de uma série de seminários que termina em maio. Maringá, Londrina e Curitiba receberão o que pode-se chamar de uma oportunidade para acertar na hora de prestar as contas de final de mandato. Os números de quatro anos devem bater para não complicar os gestores públicos.
 
 
Na matéria em áudio, as entrevistas com o membro da diretoria de Contas Públicas do TCE, Edson Custódio explicam um pouco mais sobre detalhes no que diz respeito as contas públicas e o cuidado com as informações que são repassadas a população, para não haver equívocos.
 
 
Para a prefeita de São Jorge Do Oeste, Leila da Rocha é importante estar por dentro para que tudo fique em ordem para novos prefeitos ou mesmo para o próximo mandato no caso dos reeleitos. Ela diz perceber maior interesse da população nas informações, quando o assunto é recurso público.
 
 
Ela participou do evento, assim como o assessor jurídico da prefeitura de Enéas Marques, Carlos Alberto Santin que encara um fechamento de contas de uma gestão que teve três prefeitos por conta da cassação do prefeito eleito em 2008, e por isso a posse do presidente da Câmara e agora o atual, eleito em pleito suplementar. Santin diz que é importante que o TCE se aproxime das administrações municipais.
 
 
Também aprendendo na Escola do TCE, o presidente da Amsop, prefeito de Salto do Lontra Luiz Carlos Gotardi incentiva que os prefeitos busquem orientação para dar exemplo positivo ao final do mandato e em entrevista, ele conta que são várias as alternativas para colocar a administração pública nos trilhos da legalidade e transparência.
 
 
E hoje, também no Espaço da Arte, a Escola de Gestão Pública do TCE continua com a capacitação, porém com o seminário: “Inclusão das Micro e Pequenas Empresas nas Compras Públicas Municipais – Lei Complementar 123/06”.
 
 
OUÇA