Jogando fora de casa na noite deste sábado (20) pela Série Bronze do Paranaense de Futsal, a equipe do Santa Pelizzari/Palmas Esportes tinha tudo para sair com a vitória diante do Pitanga não fosse a péssima arbitragem de Mauricio de Lima Fabri e Filipe Sanches Gusmão. Com dois pênaltis escandalosos o time pitanguense conseguiu a virada e venceu por 5 a 3, mantendo a primeira colocação do grupo C. Os palmenses contaram com a vitória do Araucária sobre Laranjeiras por 4 a 3 no domingo para se manter no G4 da competição.

Agora o tricolor palmense fará três partidas em casa para confirmar sua vaga na segunda fase da Bronze. No próximo sábado encara Araucária, na quarta-feira do dia 1º de julho recebe o Tibagi em jogo atrasado e finaliza essa primeira fase no sábado do dia 4 de julho contra Piraí do Sul.

O Jogo

Precisando resgatar o bom futsal, o time palmense que vinha de derrota para o Laranjeiras, entrou modificado em quadra, Ary e Paulinho ganharam espaço no time titular. O primeiro tempo iniciou equilibrado, com destaque para a aplicação na marcação, ambas equipes tiveram poucas oportunidades claras de gol, pelo menos até os dez minutos de jogo.

Aos 11’20 começou a atuação desastrosa da arbitragem logo no primeiro gol do time da casa anotado por Willian. Em lance de ataque dos palmenses, Osvaldo reclamou de uma cotovelada e ficou caído, os árbitros Mauricio de Lima Fabri e Filipe  Sanches Gusmão de Campo Mourão não apitaram falta, na sequência do lance saiu o primeiro gol de Pitanga.

Não demorou e dois minutos mais trade Fio recebeu bola na direita e chutou forte para marcar um lindo gol empatando a partida. Em jogada pela esquerda de ataque Ronaldinho foi desarmado, a bola saiu em lateral e na sequência Willian chegou chutando Ronaldinho fora do lance de jogo, a arbitragem viu a agressão e aplicou somente o cartão amarelo, o que deixou o time palmense indignado. Aos 17′ Paulinho virou para o Santa Pelizzari/Palmas após grande lance de Ary pela esquerda. Nervoso o time de Pitanga reclamava de quase todos os lances,  Zé Carlinho, Willian e Virtuoso por inúmeras vezes apontaram o dedo na cara dos árbitros que nada fizeram. O nervosismo do time da casa era evidente, tanto que aos 9 minutos do primeiro tempo já haviam cometido as cinco faltas acumulativas.

Ainda no primeiro tempo Burrego teve duas oportunidades em lances de tiro livre. No primeiro ele bateu pra fora, no segundo mais uma polêmica com a arbitragem – em contra-ataque o time de Pitanga chegou na área, Pitico livre de marcação aproveitou o cruzamento e chutou contra o goleiro Índio que praticou uma excepcional defesa, mesmo com o goleiro palmense segurando a bola, Pitico chutou novamente e fez o gol que foi corretamente anulado pela arbitragem devido a infração. No momento da falta de Pitico, a mesa tinha apitado o fim do primeiro tempo, assim, pela regra, cabia ao time palmense bater o tiro livre direto já que os pitanguenses estavam com o limite de faltas estourado. Após invasão de quadra do técnico Sansana e muita reclamação dos jogadores de Pitanga, Burrego chutou rasteiro e marcou o terceiro para Palmas. No saída para o intervalo Zé Carlinho tomou cartão amarelo por reclamação e o técnico Sansana mesmo tendo invadido a quadra para reclamar, não foi advertido.

Antes de se dirigir para o vestiário, torcedores arremessaram copos de água contra os mesários que saíram de quadra discutindo com torcedores. No segundo tempo foi visível que os árbitros sentiram a pressão dos donos da da casa. Logo com 1’10 Virtuoso caiu na área e pediu pênalti, o árbitro foi na dele e o próprio Virtuoso bateu para diminuir o marcador. Com dois minutos e meio Ronaldinho cometeu falta na esquerda e os jogadores de Pitanga foram pra cima do árbitro que já estava com o cartão amarelo pronto para ser aplicado, porém, após as reclamações, estranhamente o árbitro guardou o cartão amarelo e expulsou Ronaldinho. Aos 7’40 outro pênalti anotado, Osvaldo tocou somente a bola e o jogador de Pitanga claramente se jogou sobre o jogador palmense, como já tinha amarelo, Osvaldo tomou o segundo e foi expulso, Virtuoso cobrou e empatou a partida.

A essas alturas o técnico André Carrinho desistiu de reclamar com a arbitragem e sentou no banco desolado. O preparador físico Alex Bonato acabou sendo expulso por reclamação. Aos 12 minutos em falta para o time palmense, Burrego cobrou rápido e errou o passe, a bola sobrou para Willian marcar um bonito gol, 4 a 3 para Pitanga. Em busca do empate Palmas foi para o ataque, Fumaça avançou pela esquerda e foi parado com falta, mas os árbitros deram sequência na jogada, Reverson fechou o marcador em 5 a 3 para Pitanga. Completamente desanimados pela péssima arbitragem do jogo os palmenses não tiveram forças para reagir.

Ao fim do jogo ficou a indignação de uma equipe que poderia ter conquistado a vitória, mas foi muito prejudicada pela arbitragem. Fumaça deu entrevista emocionado e desabafou “Nós trabalhamos sério durante toda a semana, nos dedicamos ao máximo e você vê uma arbitragem dessas completamente tendenciosa arruinar a partida é lamentável, a Federação tem que olhar mais para a série Bronze, porque os jogadores e times de qualidade estão se perdendo com esse tipo de arbitragem”, comentou. O técnico André também saiu indignado, “quando chegamos no ginásio e eu vi quem eram os árbitros, comentei que eles não conseguiriam segurar esse jogo, jogamos muito bem, mas com esses dois árbitros cag**, mesmo que jogássemos a melhor partida de todas não sairíamos daqui com a vitória” finalizou.

Resultados:

Grupo A

Campo Bonito 7 x 4 SAS Futsal

Mariópolis 6 x 2 Itaipulândia

Missal 5 x 4 STI Futsal

Grupo B

Tapejara 5 x 3 Cambé

Mater Dei Apucarana 7 x 4 Maringá Seleto

Grupo C

Piraí do Sul 5 x 4 Tibagi

Pitanga 5 x 3 Santa Pelizzari /Palmas

Araucária 4 x 3 Laranjeiras do Sul

Classificação

 

Ficha Técnica

Data: 21 de junho de 2015

Pitanga 5 x 3 Santa Pelizzari/Palmas

Local: Ginásio Lolô Cleve

Árbitro 1: Mauricio de Lima Fabri (Campo Mourão)

Árbitro 2: Filipe Sanches Gusmão (Campo Mourão)

Anotadora: Elenice Aparecida Martins (Campo Mourão)

Cronometrista: Roseli dos Santos (Campo Mourão)

Santa Pelizzari/Palmas Esportes: Índio, Marcelinho, Ary, Burrego e Paulinho.Entraram: Fumaça, Fio, Marcone Valmir, Ronaldinho, Ronaldo e Osvaldo. Técnico:André Carrinho.

Pitanga: Cassio, Paraguaio, Zé Carlinho, Pitico e Virtuoso. Entraram: Gabriel, Willian, Murilo, Juliano e Reverson. Técnico: Carlos Sansana.

Gols: Palmas – Fio (13’30/1º), Paulinho (17’/1º) e Burrego (20’/1º).

Gols: Pitanga – Willian (11’20/1º e 12’/2º), Virtuoso (1’10/2º e 7’40/2º) e Reverson (14’/2º).

Cartão amarelo: Fio e Osvaldo (Palmas). Zé Carlinho e Willian (Pitanga).

Cartão Vermelho: Ronaldinho, Osvaldo e Alex Bonato (P. Físico) (Palmas).

A Rádio Club AM transmite todos os jogos do Santa Pelizzari/Palmas na Série Bronze do Paranaense. Apoio: