Uma operação conjunta das policiais civil e militar na madrugada e manhã desta sexta-feira (12) resultou na prisão de cinco pessoas e apreensão de oito armas de fogo, um pedaço de um animal silvestre abatido, galos de rinha, pássaros silvestres, munição e apetrechos para rinhas de galo. A operação aconteceu nas comunidades de Linhas Capinzal, Novo Horizonte, Assentamento João de Paula e linha 1º de junho, no interior de Renascença.

Nessas comunidade foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão expedidos pelo Poder Judiciário da comarca de Marmeleiro, com base em investigações da Polícia Civil, a partir de denúncias recebidas pela própria Polícia Civil e também pela Polícia Militar, afirmou o delegado Valderez Scalco, que coordenou a operação. Conforme ele, por diversas vezes chegaram detalhes sobre pessoas praticando a caça nessas comunidades, mas a polícia precisava ter certeza e provas suficientes para agir, o que foi possível nesse mês depois de realizar várias diligências.

A operação resultou na prisão de Valdir Domingos da Silva, popular Pelé; Leomar Thums, popular Toco; Carlos Vas da Silva, popular Carlinhos; Jandir Rochimbach, popular Ti; e o proprietário de um bar identificado apenas como Hélio. Os cinco foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Marmeleiro para prestar esclarecimentos.

De acordo o delegado Scalco, eles devem responder por posse irregular de armas, crimes ambientais pelo fato de praticar a caça e maus tratos a animais, já que os galos eram usados nas rinhas e sofriam ferimentos.

Fotos: Evandro Artuzi