Por Larissa Mazaloti

 

Ele é o tipo de prefeito antenado. Está envolvido em ações regionais e já esteve a frente de um segmento nada fácil de administrar: a saúde pública do sudoeste do Paraná. Agora, ele se prepara para ser o novo presidente da Amsop (Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná), mas tem uma condição: quer consenso. Não quer dividir o voto dos colegas prefeitos e segundo ele, a disputa não é saudável para a entidade. No final do ano que vem não tem jeito: depois de oito anos Luiz Carlos Gotardi (PMDB) deixa a prefeitura de Salto do Lontra.

 

Como prefeito, Gotardi já foi o presidente do Consórcio Municipal de Saúde do Sudoeste e agora é o vice-presidente da Amsop.

 

Colonizada por catarinenses e gaúchos, descendentes de italianos, alemães e poloneses. A vila que tinha um rio povoado de lontras pertencia a Francisco Beltrão.

 

Quarenta e sete anos depois de ter sido elevada a categoria de município, Salto do Lontra cresceu. Com mais de treze mil habitantes, Salto do Lontra tem na agricultura a maior fatia da arrecadação municipal.

 

Há alguns dias o município comemorou os 25 anos da Comarca que foi instalada em 1986.

 

A Padroeira a Nossa Senhora Aparecida é a encarregada de tomar conta dos fiéis lontrenses.
Amanhã você acompanha a segunda parte da entrevista, em que o prefeito de Salto do Lontra, Luiz Carlos Gotardi comenta os rumos da eleição municipal no ano que vem, avalia funcionamento do Hospital Regional do Sudoeste e da principal dificuldade do município: a habitação

 

Nesta terça-feira, dia 9 de agosto de 2011 a equipe de jornalismo da Onda Sul FM cumpriu mais uma visita aos municípios da Região. É a Onda Sul na estrada, que já passou por Itapejara D´Oeste e São João. Ouça a gora a primeira parte da entrevista com o prefeito Luiz Carlos Gotardi, de Salto do Lontra.

 

OUÇA A PRIMEIRA PARTE DA ENTREVISTA