De 15 a 17 de janeiro passado, foi realizada em Nova York (EUA), a edição 2017 da NRF Retail’s Big Show. Um dos mais antigos e destacados eventos ligados ao varejo do planeta, a NRF chegou à 106ª edição, com números superlativos: 35.000 participantes de 94 países, 510 expositores, 3.326 empresas representadas e 1.145 brasileiros inscritos. O público nacional foi o segundo maior, perdendo apenas para o Canadá.

Entre os brasileiros, três empresários da região Sudoeste que fizeram parte da Missão Técnica do Comércio – Nova York, promovida pelo Sebrae/PR e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR). O casal Tania Regina Merlo Dalla Valle, proprietária da Priska Confecções, e Claudio Marcelo Dalla Valle proprietário da Datasis Informática, de Francisco Beltrão, e Adriana Dal Ponte Mocelin, dona das lojas L´acqua di Fiori e Laviér Store em Francisco Beltrão e Cascavel (região Oeste).

A empresária Tania Dalla Valle avalia a participação na missão técnica como uma experiência sem precedentes. “Foi maravilhosa. A NRF tem formato dinâmico, inovador. Nos deparamos com nossos fornecedores de nível mundial. Ainda tivemos oportunidade de assistir palestras como a do presidente da Intel [o CEO Brian Krzanich] falando sobre inovação”, analisa. Tania também aprovou a realização das visitas técnicas. Para ela, foi uma maneira de completar o aprendizado, vendo como o varejo norte-americano opera.

Equipe que compõem a missão. Foto de divulgação
  • Compartilhe no Facebook

Equipe que compõem a missão. Foto de divulgação

Pessoas e tecnologia

Adriana Mocelin, por sua vez, revela que voltou com outras referências para a atividade comercial. “Percebi através das visitas técnicas que o setor varejista está repensando seu caminho, que precisamos ter outro olhar para o futuro. Os clientes de hoje querem fazer compras 24 horas por dia e nossa missão é aprender a lidar com esse mundo novo”.

A empresária salienta que muitos avanços do comércio dependerão do equilíbrio entre a tecnologia e aptidão das pessoas. “O conhecimento na gestão de resultados, sempre com senso de iniciativa, liderança e competência, também será de vital importância”, complementa Adriana.

Visitas técnicas

A comitiva paranaense teve ainda outros nove empresários e seis representantes do Sistema Fecomércio Sesc Senac Paraná e do Sebrae/PR, que foi responsável pelo acompanhamento técnico. Além dos três dias na NRF, ocorreram visitas em lojas, para observar na prática o que acontece no varejo norte-americano.

Osmar Dalquano Junior, coordenador estadual do Setor de Comércio, Bens e Serviços do Sebrae/PR, foi o responsável pela coordenação técnica da missão e destaca que a edição deste ano da NRF teve muitos conteúdos voltados para a qualificação profissional dos colaboradores e para o atendimento ao cliente.

“Falou-se muito sobre a valorização dos talentos e das novas tecnologias que estão chegando. O varejo norte-americano tem buscado a capacitação para o uso das ferramentas tecnológicas. Mas as equipes devem estar preparadas para usá-las”, alerta.

Dalquano relata ainda que tudo será permeado pelas relações humanas. “O congresso da NRF trouxe a abordagem de que o lado humano não pode ser substituído nas relações entre clientes e comerciantes”.

Inspiração

O coordenador estadual do Setor de Comércio, Bens e Serviços do Sebrae/PR, explica que a proposta da missão era inspirar os empresários para novos comportamentos. “Queremos que eles mudem seus referenciais. Buscamos provocá-los a adotar inciativas que possam mudar o patamar de seus negócios. Que eles possam enxergar o que está por vir, o quão profissional é o segmento e os caminhos que está tomando”, resume Dalquano.

Subsídio

As inscrições dos empresários foram subsidiadas pela Fecomércio PR, que esteve representada na missão pelo 10º vice-presidente da federação, Paulo Beal. Também presidente do Sindicato dos Lojistas e do Comércio Varejista de Cascavel e Região, Beal avaliou como de grande importância a participação no evento. Tanto que, em reunião com o presidente da Fecomércio PR, Darci Piana, ocorrida em Cascavel, no dia 8 de fevereiro, sugeriu que o número de participantes seja ampliado para o ano que vem.

“Foi uma experiência fantástica, com muitos conhecimentos compartilhados. Ganhou quem pôde participar. A parceria entre a Fecomércio PR e o Sebrae/PR foi extremamente válida e agora queremos multiplicar o que aconteceu com nossos colegas empresários”, comenta Paulo Beal.

Varejo Mais

Ações como a missão a Nova York têm sido incentivadas junto aos empresários sudoestinos. A participação de alguns dos empreendedores é comemorada pelo consultor Sabino Oltramari, gestor dos projetos do Comércio na regional Sul do Sebrae/PR.

“Além do conhecimento estruturado em cursos, palestras, seminários, workshops e consultorias, o programa Varejo Mais tem, como propósito, colocar o empresário do setor em contato com as mais modernas formas de gestão, conhecer tendências de um segmento que é pautado pelas novidades. Neste ano, novamente o Sebrae/PR e a Fecomércio PR proporcionaram uma missão internacional, para visitar a NRF e promover acesso às inovações”.