• Compartilhe no Facebook
A Associação Comercial e Empresarial de Palmas (Acipa), debateu alguns pontos que estariam prejudicando o comércio após a instalação do Estacionamento Regulamentado (EstaR), na área central da cidade. Além disso sugeriu uma série de mudanças no sistema. A pauta foi encaminhada ao Poder Legislativo e Executivo.

Os empresários querem a implantação de vagas  para carga e descarga; fracionamento de valor e de horário; liberação de estacionamento aos sábado de manhã.

Outra medida é que as multas aplicadas retornem aos cidadãos em forma de crédito(cartões); flexibilização na venda de cartões e regularização das multas através dos próprios agentes; aplicativos para celular.

Cobram ainda a imediata suspensão das multas aplicadas nos primeiros meses de instalação do sistema(período experimental) e  que sejam prestados todos os esclarecimentos no ato da comunicação da multa, tais como,  valor, prazo para pagamento e pontuação incidente na CNH. Além disso, pediram um tempo de tolerância(15 minutos) sem cobrando, aumentando a rotatividade.

Outras medidas referem-se a informações à população com publicações em portal da transparência sobre a movimentação financeira obtida pelo EstaR. Além disso, cobraram que o Poder Público possibilite a implantação de transporte coletivo urbano eficiente. A presidente da entidade, Regina Langaro Santiago, reiterou que os comerciantes, assim como a entidade, não são contra o EstaR, mas entendem que há a necessidade de adequações.