Entre os dias 12 e 13 de março, a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) realizará um seminário durante a 26ª Expobel. O seminário será um momento de integração para definir estratégias de implantação de um Centro de Pesquisa e Transferência de Tecnologias na região sudoeste do Paraná. O seminário terá a participação de técnicos da Embrapa, que já estão em Francisco Beltrão, e de várias entidades ligadas à agricultura familiar, às universidades, e entidades governamentais ligadas à agricultura.

O seminário começa dia (12), quarta-feira, às 7h30 na sede da Amsop (Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná), com um café da manhã para recepcionar os participantes. O primeiro painel de debates está programado para começar às 9h30 e vai abordar pesquisas agropecuárias e transferência de tecnologias com foco na agricultura familiar. O painel terá duas palestras e a apresentação de um caso de sucesso. Os palestrantes são: Waldyr Stumpf, diretor de Transferência de Tecnologias da Embrapa, e Rafael Fuentes, Pesquisador do Iapar.

O segundo momento do seminário começa às 14h da quarta-feira (12), com o painel “Interação Ensino, Pesquisa, Ater para promover inovação e sustentabilidade na Agricultura Familiar”. Orley Jair Lopes, coordenador da Emater de Francisco Beltrão, será o moderador do painel, onde palestram o doutor Hur Ben Correa da Silva, do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), e professor doutor Fernando Kuss, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

Na quinta-feira (13), acontece o terceiro painel. Os debates sobre estratégias das organizações da agricultura familiares para promover um modelo de produção sustentável começa às 8h30. Estão programadas quatro palestras, com representantes das entidades ligadas à agricultura familiar no Paraná. Os primeiros a palestrar são o presidente da Unicafes (União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar), Luiz Possamai, e Luiz Tomachenski, do Infocos (Instituto de Formação do Cooperativismo Solidário). Os próximos dois palestrantes do dia representam a Fetraf-Sul (Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar da Região Sul) e a Fetaep (Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Estado do Paraná), respectivamente Neveraldo da Silva Oliboni e José Castilho.

Para continuar os debates na quinta-feira, Nelcir Basso expõe as estratégias da Nuvetez, e Elieges Carina Bertuzzi as estratégias da Arcafar (Associação das Casas Familiares Rurais). Após o almoço, serão formados grupos de trabalho para debater as demandas por inovação, formação e capacitação na agricultura familiar da região. Os grupos apresentam as propostas em plenária e, com as propostas, será editada uma carta conjunta de inovação e formação para a Agricultura Familiar na região sudoeste do Paraná.

Emenda de bancada

O deputado federal Assis do Couto e o deputado Nelson Meurer apresentaram uma emenda de bancada ao Orçamento de 2014 da União para a construção de um Centro de Pesquisa e Difusão de Tecnologia no Sudoeste. O valor da emenda, que facilita a aproximação da Embrapa com a região Sudoeste, pode chegar a R$ 60 milhões.