Armas encontradas em fazenda
  • Compartilhe no Facebook

Armas encontradas em fazenda

Na última semana em quatro dias de trabalho os policiais da Rotam da 2° Cia de Palmas, sul do Paraná, tiram de circulação seis armas de fogo. Somente em uma ocorrência foram quatro armas encontradas, um revólver Rossi calibre 38, uma espingarda cano duplo paralelo calibre. 28, uma espingarda cano simples calibre. 32, uma carabina sem marca coronha rebatível e empunhadura de madeira não podendo ser identificado o calibre. Todas as armas estavam em uma fazenda no interior do município.

Segundo informações os policiais da Rotam foram até o local averiguar uma denúncia dando conta que por várias vezes disparos de armas de fogo foram efetuados naquela região. Duas pessoas foram conduzidas a delegacia para esclarecimentos.

Espingarda cano cortado calibre. 44 (restrito) com a numeração suprimida
  • Compartilhe no Facebook

Espingarda cano cortado calibre. 44 (restrito) com a numeração suprimida

Outra arma apreendida foi uma espingarda cano cortado calibre. 44 (restrito) com a numeração suprimida. A arma estava de posse de elementos que roubaram uma conveniência no centro da cidade na noite de sexta-feira (16). Eles foram apreendidos três minutos após o roubo em uma construção na Avenida Coronel João Pimpão.

A sexta arma encontrada e apreendida pela Rotam foi no sábado à noite após denuncias anônimas na central de comunicação (190) da Policia Militar. Trata-se de um revólver calibre 38, com a numeração suprimida.

  • Compartilhe no Facebook

Revólver calibre 38 aprendido no bairro aeroporto

O fato foi registrado no bairro Aeroporto após populares denunciar a Polícia que disparos de arma de fogo foram efetuados em via pública por Elias Lourenço. Diante da situação os policiais se mobilizaram e encontram o suspeito em via pública. Segundo a PM Lourenço ao avistar a viatura policial se desfez de um objeto luminoso que fora encontrado após o mesmo ser abordado.

Cabo Fernandes comandante da Rotam em Palmas destacou ao RBJ a importância da denuncia nessas ocorrências destacando o 190 e o 181 como referência para a Polícia chegar até os meliantes.

Para o Capitão Getúlio Comandante da 2° Cia em Palmas, o trabalho dos policiais está voltado para prevenção “hoje o policial está preparado para abordar quando observar uma pessoa ou um carro suspeito e são nessas abordagens de rotina ou através de denúncias que chegamos à apreensão de armas” disse Getúlio.

Segundo ele as apreensões de armas de fogo e demais apreensões é reflexo do bom trabalho realizado pela Rotam em toda a área da Companhia.