Edivaldo de Oliveira, 32 anos, foi morto na madrugada deste domingo (30) em Pato Branco, no sudoeste do Estado. Ele foi atingido por disparos de arma de fogo no momento em que deixava um clube de dança as margens da PR-280, por volta das 02 horas.

Com ferimentos no tórax, foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu e morreu pouco depois. O corpo foi recolhido ao IML de Pato Branco.

A Polícia Civil foi acionada e acompanhou a perícia da Criminalística no carro da vítima, um Monza. O suspeito pelo crime seria um rapaz de estatura baixa, que vestia jaqueta vermelha. Ele teria parado em frente o carro e atirou quando a vítima parou para pedir licença para passar.

O crime está sendo investigado pela Polícia Civil, mas até o momento não há nenhuma informação complementar, disse o delegado responsável Alexander Meurer, da 5ª SDP.