Em 15 anos, o eleitorado do sudoeste do Paraná aumentou em 15,8%, pouco mais da metade do índice nacional, que alcançou uma evolução de 30,3% entre 2000 e 2015. Atualmente, a região conta com 456.113 eleitores aptos ao voto. O maior colégio eleitoral é Francisco Beltrão, com 59,8 mil votantes, uma elevação de 22% comparado à uma década e meia atrás. No mesmo período, a população beltronense apresentou um aumento de 28,8%. Ao todo, a o número de habitantes dos 42 municípios do sudoeste cresceu 11,1% no período. Os dados foram levantados pelos RBJ junto ao IBGE (Insituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Segundo o levantamento, 73,5% da população regional está apta ao voto.

O maior percentual de crescimento populacional da região entre 2000 e 2015 foi o de Palmas, com 36,9%. No inicio do milênio, a população palmense era de 34,8 mil passando para 47,6 mil neste ano. Coincidentemente, o eleitorado palmense apresentou o mesmo percentual de aumento, pulando de 21,1 mil para 28,9 mil.

O maior salto no índice de eleitores foi o de Saudade do Iguaçu, que tinha 2,7 mil votantes em 2000 e agora, em 2015, conta com 4,3 mil eleitores – mais de 54% de aumento. Por sua vez, Sulina foi o que apresentou a maior redução em seu eleitorado, caindo 3,5 mil para 2,8 mil – queda de 18,3%. Agregado à isso, a população sulinense diminui em 15,9%.

Sobre a população, Salgado Filho detém do maior percentual de perda de moradores. Em 2000, contava com 5,3 mil habitantes. Em 2015, a estimativa é de uma população de 4,1 mil pessoas (-18,3%). Porém, seu eleitorado aumentou em 17% no período.

Na última semana começou a ser veiculada nas emissoras de rádio e televisão, uma campanha da Justiça Eleitoral que tem como objetivo incentivar o alistamento eleitoral de jovens, ampliando a participação deles nas eleições brasileiras. A campanha convida os adolescentes de 16 e 17 anos, para os quais o voto é facultativo, a participar da Semana de Alistamento do Jovem Eleitor, que ocorrerá de 16 a 20 de novembro em todo o país.

O jovem nessa faixa etária não é obrigado a votar, mas já tem o direito garantido pela Constituição Federal. Para tirar o primeiro título de eleitor, basta que o jovem se dirija ao cartório eleitoral da sua região, levando a documentação necessária. Além da Semana de Alistamento do Jovem Eleitor, os interessados em votar nas Eleições Municipais de 2016 podem se alistar na Justiça Eleitoral até o dia 4 de maio do ano que vem, 151 dias antes do pleito, conforme previsto em Lei.

Os jovens que ainda têm 15 anos, mas completarão 16 até o dia 2 de outubro de 2016 (data do primeiro turno das eleições municipais), também poderão escolher os seus representantes. No entanto, só poderão tirar seu primeiro título no ano que vem.