Grande parte da população de Palmas, sul do Paraná, que tem até 20 anos de idade nunca ou muito pouco brincou e, muitos, nem sabem do que se trata ou sequem ouviram falar de brincadeiras como Pega-Pega, Cabra-cega, Esconde-esconde, Caçador, Bets, Polícia e Ladrão e tantas outras que podiam ser mencionadas e que fizeram parte da construção da infância de muitas gerações.

Também esse grupo nunca viu  um Fliperama ou manuseou um celular Nokia, modelo 6160; um vídeo game Nintendo, Atari, nem mesmo conhece um cartucho de jogos, como os tão cobiçados super, ultra, hiper modernos.

Mas o que tem haver esse contexto histórico/cultural com a política palmense? Parece que nada. Mas a relação é perfeitamente possível. Ao longo desses quase 20 anos, essa mesma parcela da população, igualmente não teve a oportunidade de ouvir outros nomes a não ser OLIVEIRA E ANDRASCHKO como ocupantes do cargo de prefeitos do município.

RECORDEMOS E SOMEMOS

2001 – 2004 – Hilário Andraschko
2005 – 2009 – João de Oliveira
2009 – 2012 – TRE/TSE- Hilário Andraschko
2013 – João de Oliveira(TRE)Hilário Andraschko

O certo é que nesse tempo a população de Palmas, como um todo, teve profundo conhecimento de siglas. Dentre tantas as que mais ficaram marcadas foram TRE e TSE, respectivamente Tribunais Regional e Superior Eleitoral – por conta dos embates entre aos agentes acima mencionados.Foi um tal de sai esse, volta aquele!.

Pelo lado de esportistas mais criativos, estes poderiam imaginar o sucesso que seria, em um tempo atrás, um octógono com Hilário e João e torcidas inflamadas ao redor. Para as crianças a ilustração mais adequada seriam os desenhos animados do século passado, Tom e Jerry como forma de ilustrar ludicamente o cenário político, do passado ao presente.Quem será responsável por interromper tal trajetória e escrever capítulos de uma nova história?

Para tentar saber quem serão os atores protagonistas, o RBJ vem motivando o debate sobre eleições 2016 e  dando publicidade a manifestações de supostos interessados. E muitos se motivaram a lançar-se à empreitada. Nesta semana, recebemos via email: [email protected], mais algumas.

Iniciamos por JOSÉ CARLOS JANUÁRIO, o Januário da Guararapes, como é conhecido, teve seu nome apontado como à disposição ao debate.

A mesma disposição foi manifestada, inclusive pessoalmente, a esta redação pelo advogado, EDUARDO TOBERA FILHO. Explicou que ainda não possui filiação partidária. Sem revelar em qual sigla, informou que sua adesão a uma organização deverá ocorrer nos próximos dias.

Em mensagem enviada pelo PMN – Partido da Mobilização Nacional manifestou-se da seguinte forma; “Visto que foi manifestada a chamada para quem deseja ser candidato ao executivo palmense, quero inteirar que eu ROBERTO CARLOS GUSTMANN(Paçoca) também tenho interesse de ser candidato pelo PMN

O Partido Socialista Brasileiro encaminhou nota com o seguinte teor: “O Diretório do PSB também tem um nome a prefeitura de Palmas. Entre os nomes mais cotados está o de MAURO CESAR ALMEIDA (POLACO). No momento estão aguardando as reuniões para tomar a decisão mais correta”

Anteriormente já haviam sido publicados nomes de Kiko Pagliosa(PR); Chico Eletro(PSDB); Acioli Ribas(PTB); Dr Kosmos(Solidariedade –SD); Cesar Pacheco Batista-Baitaca(PMDB ou PSC); Dra Ivania Marini Piton(PT); Nilo Deitos(PSD); Leonardo Maito(PV); Alemão do Jornal(PDT), Beto da Cinelândia e Daniel Lângaro. Leia publicação completa.

A partir dessa  surgiam outras, como a do DEM – Democratas, que sem apontar nomes, informou que terá candidato próprio ao executivo.  O PMDB apontou o atual presidente partidário, Ezequiel da Silva(Zico).  Manifestou também posicionamento o filiado ao PT, Joaquim Tertualiano Ribas de Andrade. O PTB indicou pelo menos  mais  três nomes: Edson Ribas (Edinho), Ana Dalla Costa Mozer e o próprio presidente da Comissão Provisória, José Tadeu Araújo. O PCdoB antecipou que não terá candidato ao executivo. Confira publicação completa
Qualquer manifestação sobre o tema pode ser enviado ao [email protected]