Por Luiz Carlos Bittencourt

      O papa Bento XVI recebeu, na sexta-feira, 5, os bispos do Regional Sul 2 da CNBB (Estado do Paraná), que estão em Roma para a visita ad limina desde o dia 4, estendendo-se até o dia 20  de novembro. O presidente do Regional e arcebispo de Curitiba, dom Moacyr José Vitti, saudou o papa que discursou aos bispos sobre a vocação à vida consagrada, ressaltando a pluralidade e a unidade na Igreja.

       Segundo o papa, na Igreja, “a unidade e a pluralidade não só não se opõem, mas enriquecem-se reciprocamente na medida em que procuram a edificação do único Corpo de Cristo, a Igreja, por meio do ‘amor que une a todos na perfeição”.

      Bento XVI disse que os consagrados e consagradas “lembram hoje ‘uma planta com muitos ramos, que assenta as suas raízes no Evangelho e produz abundantes frutos em cada estação da Igreja”.

      Segundo o papa, a vida consagrada nunca poderá faltar nem morrer na Igreja porque “foi querida pelo próprio Jesus como parcela irremovível da sua Igreja”. E fez um apelo ao compromisso na pastoral vocacional. “Se a vida consagrada é um bem de toda a Igreja, algo que interessa a todos, também a pastoral que visa promover as vocações à vida consagrada deve ser um empenho sentido por todos: bispos, sacerdotes, consagrados e leigos”, salientou Bento XVI.

      A Diocese de Palmas-Francisco Beltrão está sendo representada, na visita ao Papa, pelo Bispo Dom José Antonio Peruzzo.