A diferença salarial entre homens e mulheres diminuiu em Palmas, Sul do Paraná, na comparação entre os anos de 2016 e 2017. Porém, os percentuais do município ainda são maiores que as médias do Paraná e do Brasil. No ano passado, as mulheres palmenses ganhavam, em média, 15,06% menos que os homens. As informações foram levantadas pelo RBJ através de dados do Ministério do Trabalho.

Em 2016, a média salarial total era de R$ 1.944,38. Já os ganhos dos trabalhadores do sexo masculino chegaram à R$ 2.096,50 e os das trabalhadoras à R$ 1.701,28 – 18,85% a menos.

No ano de 2017, a média salarial dos trabalhadores formais subiu para R$ 2.102,95, com os homens ganhando, em média, R$ 2.229,80 e as mulheres, R$ 1.893,89 – 15,06% menos.

Em nível de Estado, a diferença salarial entre homens e mulheres é de 13,17%, com a média salarial dos homens em R$ 3.092,94 e a das mulheres em R$ 2.685,52.

Já em nível nacional, as mulheres estão ganhando 14,87% menos, com salário médio de R$ 2.708,71, enquanto que os homens alcançam ganhos médios de R$ 3.181,87.