O Sebrae/PR comemora nesta segunda-feira, 5 de outubro, o Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa. A data, simbólica, é uma referência à entrada em vigor do primeiro Estatuto Nacional da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte, instituído em 5 de outubro de 1999. As micro e pequenas empresas representam 95% dos estabelecimentos formalizados, respondem por 52% dos empregos com carteira assinada, 40% da massa salarial e também por 27% do Produto Interno Bruto (PIB). Os pequenos negócios estão em todo o lugar, geram renda, transformam realidades e ‘aquecem’ a economia.

O diretor-superintendente do Sebrae/PR, Vitor Roberto Tioqueta, destaca a importância dos pequenos negócios para o desenvolvimento do Paraná e do País e a procura, cada vez maior nos últimos anos, das pessoas interessadas em informações sobre empreendedorismo e micro e pequenas empresas. “Há 15 anos, as taxas de sucesso e de mortalidade das micro e pequenas empresas se equiparavam. De cada 100 micro e pequenas empresas abertas nos dois primeiros anos, período mais crítico para um pequeno negócio, 50 prosperavam e 50 fechavam as portas. Hoje, 75 prosperam, de cada 100 pequenos negócios.”

A redução da taxa de mortalidade deve-se sobretudo, de acordo com Tioqueta, ao interesse crescente pelo empreendedorismo e à conscientização das pessoas em buscar orientação técnica antes de abrir um novo negócio, e também depois de a empresa já estar estabelecida. “O Sebrae/PR auxilia os empresários há mais de 40 anos. A previsão para 2015 é que sejam atendidas perto de 140 mil pequenos negócios distintos no Paraná, entre microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte. Isso é um sinal de amadurecimento do empreendedorismo praticado aqui no Estado”, avalia.

Segundo Tioqueta, atualmente, o acesso dos pequenos negócios a entidades de apoio empresarial como o Sebrae/PR está mais facilitado, o que, por consequência, revela um empreendedorismo tratado de forma profissional, melhor planejado, voltado mais às oportunidades que às necessidades. Prova disso, no entendimento do diretor-superintendente do Sebrae/PR, são os inúmeros casos de empresários que, mesmo com a crise, não estão deixando-se levar pelo pessimismo, mas, ao contrário, estão enxergando oportunidades de rever processos, inovar com criatividade, atender melhor e ampliar parcerias.

Para marcar o Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa, Tioqueta convida a sociedade paranaense a aderir ao Movimento Compre do Pequeno Negócio, criado para valorizar os pequenos negócios e estimular a compra consciente de produtos e serviços das micro e pequenas empresas. “O Movimento Compre do Pequeno Negócio começou neste ano, mas será permanente, ocupará a agenda do Sebrae dos próximos anos. Comprar dos pequenos é manter a economia dos bairros aquecida, é promover o desenvolvimento local, é um ato de cidadania”, classifica ele.

O diretor-superintendente do Sebrae/PR destaca o sucesso da campanha realizada no Paraná e reforça a importância das pessoas participarem não apenas neste 5 de outubro das ações do Movimento Compre do Pequeno Negócio, mas que a adesão torne-se permanente. “Os pequenos negócios têm bons produtos e serviços, com qualidade e preços cada vez mais competitivos. Os pequenos negócios ajudam no desenvolvimento do País, porque são a maioria das empresas, são na maioria das vezes a oportunidade do primeiro emprego. Apostar nos pequenos, é apostar no Brasil”, afirma Tioqueta.