A Polícia Militar de Palmas, sul do Paraná, atendeu, nos dez primeiros dias do mês de agosto, 13 lesões corporais de natureza grave, segundo levantamento feito pela Sub Comandante da Companhia, Aspirante Serpe. Em todos os casos as vítimas sofreram lesões durante vias de fatos provocadas por objetos cortantes como faca, canivetes, facão e vidros de garrafas.

Serpe destacou ao RBJ que o número de ocorrências atendidas até o momento é o mesmo número de ocorrências atendidas durante todo o mês de Julho. Para ela o principal problema está no excesso de bebida alcoólica “Em praticamente todas as ocorrências atendidas, vítima e agressor estão alcoolizados e brigam por motivos fúteis” destacou a Aspirante.

Fez menção da ocorrência atendida no domingo, 09, onde três pessoas entraram em vias de fato na Praça do Senhor Bom Jesus, no final da tarde e dois foram hospitalizados com cortes profundos oriundos de garrafadas; o terceiro foi encaminhado à delegacia.

O número apresentado até o momento é preocupante e para isso a Polícia aumentou o policiamento principalmente em finais de semana na área central, devido ao aglomeramento de pessoas em via pública.