Cédulas falsas de cem reais apreendidas em Francisco Beltrão durante o fim de semana. Foto: Polícia Militar
  • Compartilhe no Facebook

Cédulas falsas de cem reais apreendidas em Francisco Beltrão durante o fim de semana. Foto: Polícia Militar

O derrame de dinheiro falso tem preocupado os órgãos de segurança na região Sudoeste. Somente no fim de semana foram feitas pela Polícia Militar três apreensões. Em Francisco Beltrão, Capanema e Salto do Lontra foram apreendidas cédulas falsas de cinquenta e cem reais.

Somente na ocorrência de Francisco Beltrão foram quatro cédulas apreendidas, de cem reais. Elas estavam com um homem abordado na Avenida Júlio Assis Cavalheiro, no Bairro Industrial. O homem, que também tinha comprimidos comprados na Argentina, disse ter recebido as cédulas de clientes. Ele foi encaminhado ao Batalhão para elaboração do boletim de ocorrência e liberado posteriormente, após orientação da Polícia Federal. As cédulas apreendidas têm como destino a Delegacia da Polícia Federal de Cascavel, que está investigando os casos registrados no Sudoeste.

Aspirante Wilder (21º Batalhão de Francisco Beltrão). Foto: Evandro Artuzi/RBJ
  • Compartilhe no Facebook

Aspirante Wilder (21º Batalhão de Francisco Beltrão). Foto: Evandro Artuzi/RBJ

Em entrevista à Rádio Onda Sul FM, o Aspirante Wilder, da Polícia Militar, informou que possivelmente as cédulas estejam sendo falsificadas no Paraguai e na Argentina e a entrada no Brasil acaba sendo facilitada pela fiscalização deficitária na fronteira. O oficial destaca a importância dos comerciantes empresários ficarem bastante atentos ao receber cédulas de maior valor. É importante verificar a marca d´água, numeração de série e também a qualidade do papel. Essas medidas podem identificar se a cédula é falsa ou verdadeira. Além disso, existem canetas especiais que também ajudam na identificação do dinheiro falso.

Empresários lesados nos últimos dias devem procurar a Polícia Federal ou acionar a Polícia Militar, no caso do Sudoeste onde não há delegacia da PF, para que as providências possam ser tomadas. Em caso de registro do responsável pelo repasse das cédulas através de sistemas de monitoramento, é importante a disponibilidade das imagens para auxiliar na identificação.

Aspirante Wilder lembra que o derrame de dinheiro falso, além de favorecer os falsificadores, provoca dolo ao erário e ao comércio da região. Além da região de Francisco Beltrão, também já foram registrados casos recentes em outras cidades como Pato Branco, Palmas e Coronel Vivida.