Quinze municípios da região deverão integrar a Região Metropolitana de Pato Branco. A proposta consta de Projeto de Lei apresentado ontem(04) na Assembleia Legislativa do Paraná pelo Deputado Guto Gilva(PSC), com o apoio de Nereu Moura(PMDB), Ademar Traiano(PSDB) e Nelson Luersen(PDT).

A instituição regional será composta inicialmente por Pato Branco, Vitorino, Mariópolis, Clevelândia, Palmas, Coronel Domingos Soares, Honório Serpa, Bom Sucesso do Sul, Itapejara do Oeste, Coronel Vivida, Mangueirinha, Chopinzinho, São João, Sulina e Saudades do Iguaçu, com possibilidade de inclusão de mais municípios.

Ao RBJ, o parlamentar explicou que com a criação estariam facilitadas a atração de investimentos, políticas públicas e soluções de problemas de forma ágil. Defendeu a necessidade de união e coesão para o fortalecimento regional. Sobre a igualdade de oportunidades entre os municípios integrantes, argumentou que serão compostos conselhos Deliberativo e Consultivo com representantes dos 15 municípios.

GUTO SILVA
  • Compartilhe no Facebook

Deputado assinou Carta de Palmas

MICRORREGIÃO DE PALMAS

Questionado pelo RBJ, Guto Silva respondeu que a proposta de criação da região metropolitana não atrapalha o projeto de criação de microrregião de Palmas proposta pelo Movimento Palmas Desenvolvida e constante da Carta de Palmas, da qual se comprometeu em desenvolver ações politico/parlamentares para esse fim durante a campanha eleitoral de 2014. “São situações distintas”, classificou o deputado.