• Compartilhe no Facebook

Droga estava escondida no meio de uma carga de fogões. Foto: PRF

Na noite desta segunda-feira (25), a Polícia Civil do Estado do Paraná, através da Divisão de Narcóticos, núcleo de Pato Branco com apoio da Polícia Rodoviária Federal, realizou a prisão de um homem de 44 anos, que transportava aproximadamente 2,8 toneladas da droga conhecida comumente por “maconha”. A apreensão aconteceu na rodovia BR-262, em Mateus Leme (MG).

O caminhão, que transportava fogões, foi abordado e, com auxílio de cães farejadores, os policiais conseguiram encontraram a droga no baú do veículo, entre os eletrodomésticos. A carga estava dividida em 118 fardos com pesos variados. O motorista foi preso e apresentado na Delegacia de Polícia Civil do município de Betim (MG).

O delegado Ivonei Oscar da Silva, chefe da Denarc de Pato Branco, afirmou que o motorista estava sendo investigado porque também realizava o transporte de drogas para outros Estado, inclusive Paraná e muitas vezes utilizava as estradas do Sudoeste .

Segundo ele, a integração entre as forças policiais é muito importante o combate ao tráfico de drogas. Um exemplo foi essa apreensão, que teve êxito graças ao trabalho conjunto dos órgãos de segurança das esferas estadual e federal.

Imagens: PRF 

Denarc de Pato Branco apreende quase 3 toneladas em Minas Gerais

Na noite desta segunda-feira (25), a Polícia Civil do Estado do Paraná, através da Divisão de Narcóticos, núcleo de Pato Branco com apoio da Polícia Rodoviária Federal, realizou a prisão de um homem de 44 anos, que transportava aproximadamente 2,8 toneladas da droga conhecida comumente por "maconha". A apreensão aconteceu na rodovia BR-262, em Mateus Leme (MG). O caminhão, que transportava fogões, foi abordado e, com auxílio de cães farejadores, os policiais conseguiram encontraram a droga no baú do veículo, entre os eletrodomésticos. A carga estava dividida em 118 fardos com pesos variados. O motorista foi preso e apresentado na Delegacia de Polícia Civil do município de Betim (MG).O delegado Ivonei Oscar da Silva, chefe da Denarc de Pato Branco, afirmou que o motorista estava sendo investigado porque também realizava o transporte de drogas para outros Estado, inclusive Paraná e muitas vezes utilizava as estradas do Sudoeste .Segundo ele, a integração entre as forças policiais é muito importante o combate ao tráfico de drogas. Um exemplo foi essa apreensão, que teve êxito graças ao trabalho conjunto dos órgãos de segurança das esferas estadual e federal.Imagens: PRF

Posted by Extra 107 on Tuesday, February 26, 2019