A Administração Municipal de Marmeleiro realizou na última terça-feira, 19, ás 20h, uma Audiência Pública na Prefeitura sobre a readequação das Avenidas Macali e Dambros e Piva um projeto que pretende modernizar o espaço público. De acordo com dados do Demartran – Departamento Marmeleirense de trânsito, trafegam pelas principais vias da cidade 15 mil veículos todos os dia.

Para compor a mesa técnica foram convidados o Diretor de Administração e Planejamento do Município, Andrei Acco, a estagiária de arquitetura da Prefeitura Alana Pilar, a engenheira civil da Prefeitura  Cristiane Zuffo da Silva Marasca, o Diretor do Demartran – Departamento de Trânsito de Marmeleiro, Diogo Decrhistan e, o engenheiro  responsável pelo Projeto de Readequação das Avenidas, William Megumu Nishii. Após as apresentações o público interagiu com a equipe técnica.

Na ocasião também foi apresentado o Projeto Meu Campinho, um grande complexo de lazer que será construído em uma área pública ao lado do fórum eleitoral. O Meu Campinho já está em andamento aguardando a aprovação da SEDU (Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano).

O Diretor Andrei Acco, explicou que o  “objetivo foi dar publicidade aos projetos que o Município esta se propondo a fazer. A partir de agora, os dados discutidos e as sugestões apresentadas na audiência serão coletados para eventuais alterações no projeto e após a conclusão, será encaminhado a empresa para finalizar os projetos complementares. Acreditamos que até a metade do próximo ano  teremos a etapa dos projetos prontos para depois a gente licitar e começar a obra ainda em 2018”.

População opinou sobre as propostas da administração municipal. Foto de divulgação
  • Compartilhe no Facebook

População opinou sobre as propostas da administração municipal. Foto de divulgação

O Projeto de readequação das Avenidas foi apresentado pelo arquiteto responsável William Megumu Nishii, do Escritório Modelo de Arquitetura da Faculdade Mater Dei, de Pato Branco. Participaram da audiência Pública apenas 50 pessoas.

Os itens abordados na modernização das avenidas foram: ajuste dos cruzamentos, relocação do ponto de táxi, alteração das extremidades das avenidas, inserção de ciclofaixas, padronização do calçamento, criação de áreas de convivência e vegetação e iluminação urbana.

O arquiteto lembrou que “o projeto busca atender a vários aspectos como: segurança  do pedestre, melhorar o  próprio espaço público, criar as áreas de convivência, oferecer maneiras de enfrentar um cruzamento controlado e também a utilização de novas tecnologias com sinaleiros inteligentes  para se ter o controle de tráfego e essa modernização”.

Quem participou das discussões aprovou a audiência pública. O empresário Eduardo Antônio Froza considerou muito importante a participação popular. “Infelizmente vieram poucas pessoas aqui mas, a gente pôde explanar ideias. Comerciante pensa de uma maneira, ciclista de outra, então,  a gente tem que achar um consenso; mas acho  que Marmeleiro está indo  no caminho certo e fazendo  alguns ajustes a gente vai ter  uma avenida muito bonita nos próximos anos”.

Para o gerente de Banco, Gilmar Capelari, a audiência pública foi “bastante interessante embora, teve pouca participação de público só que as pessoas que estavam puderam explanar suas opiniões e sugestões e a Administração Pública está de parabéns em realizar essa audiência”.
O morador Laurindo Momoli considerou o projeto “muito bom, legal e tem de ser feita essa revitalização”.