Por Evandro Artuzi 

O delegado João Luiz Miotto, que assumiu a Delegacia de Polícia de Salto do Lontra no final de outubro de 2009, divulgou um balanço das operações e ações realizadas durante o ano de 2010.

A Comarca de Salto do Lontra, que abrange ainda os municípios de Nova Prata do Iguaçu e Nova Esperança do Sudoeste, conta com uma equipe de três investigadores, um escrivão e um delegado, todos lotados na Delegacia de Salto do Lontra, mas com funções em todos os municípios da comarca.

Dentre as ações realizadas nesse período é importante destacar a reforma nos prédios de todas as Delegacias, melhorando o espaço físico e proporcionando um melhor atendimento ao público, além de reparos em Viaturas e aquisição de uma nova através de doação da Receita Federal.

Além disso, foram adquiridos novos equipamentos como filmadoras, máquinas fotográficas e uma Metralhadora .40, que proporcionará maior segurança nas operações policiais.

Foram modernizados os sistemas informatizados das delegacias através de computadores novos e mais modernos, assim como a implantação de sistemas de leitura de código de barras o que agiliza e facilita o controle dos inquéritos policiais.

Várias operações foram realizadas, muitas em conjunto com a Polícia Civil de outros municípios, como as operações “bomba limpa” (I e II), onde foram fiscalizados postos de combustíveis em Realeza e de todos os postos de Salto do Lontra, Nova Prata do Iguaçu e Nova Esperança do Sudoeste, onde foram encontradas algumas irregularidades. Nestas operações cinco pessoas foram presas.

Foi realizada a operação “Fronteira Fechada” onde simultaneamente foram abordados diversos veículos nos municípios de Realeza e Nova Prata do Iguaçu, visando reprimir o tráfico de drogas e o contrabando, sendo apreendido um veículo carregado de cigarro contrabandeado do Paraguai. O veículo foi flagrado transitando em Realeza.

Também foram feitas fiscalizações em bares nas Comarcas de Salto do Lontra e Realeza com acompanhamento de representantes do Conselho Tutelar e Ministério Público. Tais ações tiveram como objetivo, combater o fornecimento de bebidas e drogas a adolescentes, além de orientar os proprietários desses estabelecimentos sobre a proibição da venda de bebidas alcoólicas para crianças e adolescentes.

Com a Polícia Militar foram realizadas várias prisões (mais de 40 pessoas presas), operações e ações conjuntas, destacando-se a prisão de uma quadrilha especializada em arrombamento de caixas eletrônicos (gangue do maçarico), em Nova Prata do Iguaçu.

Várias armas de fogo foram retiradas de circulação, traficantes presos e o único homicídio ocorrido na Comarca foi elucidado em menos de 24h, o que demonstra que o trabalho preventivo e repressivo desenvolvido pela polícia está dando certo.

Neste ano também o delegado João Luiz Miotto participou do 12º Swat, em Avaré (SP), onde participaram mais de 200 policiais do Brasil e de diversos países contando com instrutores do Bope (Batalhão de Operações Especiais do RJ) e da Swat de Dallas (tropa de elite da Polícia Americana). O treinamento proporcionou novos conhecimentos e técnicas policiais importantes que serão multiplicados e adaptados à realidade Paranaense.

Foi iniciado um estudo entre a prefeitura de Salto do Lontra, Nova Prata do Iguaçu e a diretoria da Usina Hidrelétrica Salto Caxias para que seja realizada uma parceria com a Polícia Civil para a modernização e instalação de câmeras de vigilância em pontos estratégicos das cidades para ajudar em futuras investigações policiais, o que deve acontecer em breve.
Segundo o delegado Miotto, o primeiro ano na Comarca teve um saldo positivo, apesar de ainda não ter sido possível implementar uma série de projetos que devem ser executados em 2011,quando dará continuidade as suas atividades.