Os salários dos professores da rede municipal de Abelardo Luz, Oeste de Santa Catarina, serão reajustados em 6.81% e pagos em três vezes durante este ano. A definição ocorreu nesta semana durante reunião entre vereadores, Secretários de Administração, Nelson Martini; de Educação, Eliane Cantele; e o presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais, Joarez Wegher.

  • Compartilhe no Facebook

Conforme Martini, o governo reconhece a legitimidade do reajuste, mas diante do impacto na folha de pagamento, houve entendimento de que os reajustes de 2,27% serão pagos em maio, setembro em outubro. A secretária de educação, Eliane Cantele, explanou que a proposta foi embasada na Lei do Piso Nacional do Magistério.

  • Compartilhe no Facebook

Por sua vez, o dirigente sindical informou que houve a antecipação na negociação, em relação a outros anos anteriores. Deixou claro que, apesar de aceitar a proposta, o resultado não agradou aos professores que pretendiam receber o reajuste integral já em fevereiro.

Esclareceu que para não iniciar uma greve  pela greve e pensando nos demais servidores, optou-se por fazer o acordo, desde que os demais trabalhadores do Executivo tenham suas reivindicações atendidas, tais como, vale alimentação de R$ 200,00 e o reajuste salarial semelhante ao do magistério. “É uma condição para o governo municipal tenha tempo de organizar com as despesas e conseguir conceder o que eles estão pedindo”, concluiu.