por Ivan Cezar Fochzato

 

 

O município de Palmas já definiu o local para construção da estrutura da UPA – Unidade de Pronto Antendimento e SAMU 192 ( Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). A unidade local será de tipo I com no mínimo setecentos metros quadrados  e estará localizada nas proximidades do Posto de Saúde Central. A informação é do diretor do departamento de saúde, Aldemar Osternack Pedroso, salientando que toda a documentação já foi encaminhada para o Ministério da Saúde.

 

O investimento será de 1 milhão e 400 mil reais. Após o início das atividades o município receberá  200 mil reais mensais para manuntenção dos serviços, através do governo federal. As UPA 24h e o SAMU/192 são serviços integrados que cumprem papel fundamental nos atendimentos de urgência e emergência, com até oito leitos e capacidade para atender até 150 pacientes dia. No local atenderão no mínimo dois médicos, sendo um pediatra e um clínico geral.

 

As Unidades de Pronto Atendimento são responsáveis por estabilizar o quadro clínico dos pacientes, definir um diagnóstico e analisar a necessidade de encaminhá-los ou não a uma unidade hospitalar. Os pacientes podem ser liberados, permanecer em observação por até 24h ou podem ser transferidos para um hospital, no caso de o quadro ser grave ou mais complexo.