Defesa Civil realizou vistoria da barragem da Usina Hidrelétrica Bento Munhoz da Rocha Neto.  A coordenadora do órgão,  Jesica Braga Franchin e o secretário de Governo e membro da defesa civil, Evandro Nunes, estiveram reunidos na barragem com os servidores da Copel, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e do Município de Pinhão. O objetivo é consolidar em conjunto um plano de contingência de forma preventiva através do Plano de Ação de Emergência (PAE).

  • Compartilhe no Facebook

De acordo com a Copel, o estado de segurança da barragem é normal, classificada como “risco baixo” pelos critérios da Aneel e que não atinge o centro urbano de Bituruna em caso de rompimento. “Estamos trabalhando junto à Copel desde de 2018 e o encontro ajudou a delimitar onde precisamos intensificar os trabalhos do nosso plano de contingência”, explicou Jesica.

A engenheira civil da Copel, Isabela Antunes Silva, destaca que o relacionamento entre Copel e Municípios no que tange a segurança sempre existiu e está sendo intensificado. “Começamos as tratativas ano passado, anterior ao que aconteceu em Brumadinho, por exemplo, pois as atividades de monitoramento são constantes”.