A Defesa Civil de Passos Maia e a Coordenadoria Regional da Defesa Civil catarinense visitaram nesta quinta-feira(01), a PCH Flor do Mato para avaliação dos impactos ocasionados excesso volume de chuva caiu sobre a região nos últimos dias.

A coordenadora da Defesa Civil de Passos Maia, Cleusa Gabiatti, lembra que o município que está localizado a 46 quilômetros de onde a barragem está instalada  é o primeiro a receber o fluxo de água da PCH. Conforme ela,  o barramento da captação feita no Rio do Mato, em Ponte Serrada, foi fundamental para que o nível do Rio Chapecozinho, em Passos Maia, não extrapolasse.

A preocupação aumenta na medida que os rios estão cheios e há previsão de mais chuva para a próxima semana. Disse ela que, Passos Maia está na linha de frente, mas está tudo sobre controle.

O coordenador regional da Defesa Civil, Luciano Peri, também esteve na PCH para acompanhar manejo da estrutura que influencia diretamente no município de Passos Maia. Explicou que com o monitoramento é possível identificar situações de risco e informar a população antecipadamente.