Por Evandro Artuzi 

Falta pouco mais de um mês para o prazo final (30 de abril) de entrega da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2012. Para evitar problemas com o Leão, é preciso não deixar para a última hora o compromisso com a Receita Federal. Quem ainda tem dúvidas a respeito do preenchimento da documentação, pode buscar ajuda gratuita junto as unidades da Receita Federal pessoalmente ou via telefone.

É obrigado a declarar o contribuinte que:
– Recebeu rendimentos tributáveis, cuja soma foi superior a R$ 23.499,15 em 2011;

– Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00;

– Obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;

– Passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês e nesta condição se encontrava em 31 de dezembro;

– Obteve receita bruta em valor superior a R$ 117.495,75 relativa à atividade rural;

– Teve, em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00;

– optou pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital obtido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja destinado à aplicação na aquisição de imóveis residenciais localizados no País, no prazo de 180 dias contados da celebração do contrato de venda.

Em entrevista a Onda Sul FM nesta quarta-feira (28/03), o responsável pela Receita Federal em Francisco Beltrão, Elois Rodrigues, garantiu que os declarantes devem agilizar o envio das informações para não ter problemas de última hora. Rodrigues afirmou que é baixo o número de contribuintes que declararam neste mês de março.

OUÇA