por Ivan Cezar Fochzato

 

Na manhã desta quinta-feira(06) ocorreu no estudio da Rádio Club AM  um debate  envolvendo defensores e opositores à proposta de alteração da Lei Orgânica do Município de Palmas, Paraná, que possibilita a elevação do número de vagas na Câmara de Vereadores, cuja votação final ocorrerá em sessão extraordinária marcada para as 15h00 desta quinta-feira, no plenário do Legislativo. A primeira votação, com apenas um voto contrário ao aumento das vagas, ocorreu no último dia 26 de setembro.

 

O debate da manhã desta quinta foi proposto pelo Movimento Cidadania em Ação, e ocorreu através perguntas, respostas, réplicas e tréplicas, com tempos determinados, em que cada um dos participantes pode fazer um questionamento ao representante de posição contrária. Ao final, ainda tiveram tempo para defenderem suas posições.

 

Estiveram argumentando e defendendo a elevação das vagas de nove para treze, o presidente do Poder Legislativo, César Pacheco Batista e, a seu convite,  o presidente do PT (Partido dos Trabalhadores) Joaquim Tertuliano Ribas de Andrade. Dentre as argumentações favoráveis está ampliação da representatividade do município através de mais lideranças políticas; maior possibilidade de eleição de representantes de maior númeri de partidos políticos para maior capacidade de fiscalização. Reconstituição da composição da Câmara local, que já teve onze vereadores e acompanhamento do crescimento de Palmas nos últimos anos.

 

Entre os que defendem que a Câmara de Palmas não deve votar favoravelmente pela elevação nas vagas, o advogado, Luis Fernando Tesserolli e o engenheiro Pacheco Neto. Argumentações neste sentido ocorreram em razão da falta de um amplo debate com a população sobre a questão; ampla  manifestação popular já expressa  através de assinaturas e  outras formas  que coloca-se contrária a elevação das vagas, sem que isto tenha sido levada em conta pelos vereadores. Além disso, que  a elevação pode  ocorrer em momento inoportuno no município.

 

 

Os debatedores avaliaram como positiva a oportunidade  nesta quinta-feira, em que se possibilitou mais um evento de discussões em torno da questão, que mobilizou a opinião pública da sociedade nos últimos dias, onde ocorreram manifestações em Praça Pública, com coleta de assinaturas; através dos meios de comunicação e durante sessão legislativa ordinária na última segunda-feira.

 

BLOCO 1 – Advogado Luis Fernando Tesseroli questiona Vereador  César Pacheco Batista

 

BLOBO 2 -Eng.Pacheco Neto  questiona presidente do PT, Joaquim Tertutiliano Ribas de Andrade

 

BLOCO 3 – Cesar P. Batista questiona Pacheco Neto

 

BlOCO 4 –  Joaquim Tertuliano questiona Luis F. Tesserolli

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS