O Guarapuava aproveitou o apoio da torcida e venceu o Cresol/Marreco no segundo jogo valido pelas quartas de final da Série Ouro. O jogo aconteceu na noite deste sábado (17) em Guarapuava, no Ginásio Joaquim Prestes.

O resultado final foi de 3 a 1. Como o Cresol/Marreco havia vencido o primeiro jogo em Francisco Beltrão, a vaga para as semifinais será decidida num terceiro jogo, que acontece no próximo sábado (24), também em Guarapuava.

Detalhes do jogo

Precisando da vitória, os donos da casa foram com tudo logo nos primeiros instantes: Com pouco mais de um minuto, Felipinho obrigou o goleiro Nando, do Marreco, a fazer grande defesa, afastando a bola para escanteio. Na cobrança, Felipinho voltou a finalizar, desta vez vencendo o arqueiro visitante: 1×0.

Aos três minutos, os guarapuavanos reclamaram mão na bola de Rangel dentro da área, mas a arbitragem não notou o toque. Logo depois, o clima ficou tenso e os dois técnicos (Banana, do Guarapuava, e Nelsinho Bavier, do Marreco) foram excluídos da partida. Logo depois, em outra reclamação, foi a vez do preparador físico Nero Andrade, do Guarapuava, ser expulso. Assim, o supervisor Liberato assumiu a função de treinador.

Aos poucos, o Marreco conseguiu equilibrar as ações, mas as melhores chances do primeiro tempo ainda eram guarapuavanas: Felipinho mandou na rede pelo lado de fora e Mauricinho teve grande chance, mas Nando fez outro “milagre”. Antes do intervalo, Diego Fávero teve nova oportunidade em chute que desviou na defesa, mas sem conseguir alterar o placar da primeira etapa.

O segundo tempo começou com grande chance de Deivão, mas o Marreco respondeu rápido, com chutes perigosos de Rangel e Edu. Os guarapuavanos seguiam com o controle do jogo e quase ampliaram com Mauricinho e depois com Márcio. Em ambos os chutes, Nando salvou o time visitante. Pouco antes dos 26 minutos, Jean Neguinho parou Régis com falta, levou seu segundo cartão amarelo e foi expulso. Com a vantagem numérica em quadra, Felipinho recebeu a bola e, com calma, marcou mais uma vez, aumentando a vantagem: 2×0.

Com o revés, o Marreco foi para a reação. Rangel cobrou falta e a bola ficou com Pábrio, que mandou no canto de Marcão: 2×1. O gol dos visitantes “eletrizou” e deixou emocionante a partida, com ambas as equipes buscando o ataque e chegando com perigo às metas adversárias. O Marreco chegou esteve perto do empate, mas aos 12 minutos, Vitinho cometeu pênalti em Márcio. Mauricinho foi para a cobrança e marcou mais um para os anfitriões: 3×1.

Perdendo por dois gols, o Marreco foi para a jogada de goleiro-linha, com canhoto na posição. Na pressão, os visitantes levavam perigo em várias oportunidades, com chutes de Pábrio, Edu e Rangel. Os guarapuavanos, em contrapartida, se seguravam na defesa, enquanto o cronômetro corria. Com muita raça, os donos da casa seguraram o placar e garantiram a vitória.

Terceiro jogo

A expectativa é de uma grande partida. Isso por que o encontro entre as duas equipes é sempre marcado pela rivalidade na Série Ouro. Para o confronto, o Marreco não vai contar com Jean Neguinho, mas deverá ter de volta o ala Suelton.

Já o Guarapuava deverá ter os retornos de Adeírton, Diece e Bruno Petry. Ambas as equipes não poderão ter seus técnicos orientando suas equipes dentro de quadra.

Quartas de final – jogos de volta
 
16 de outubro (sexta)
São Lucas 1×1 Copagril/MCR
17 de outubro (sábado)
Umuarama 2×0 Keima Futsal
Guarapuava 3×1 Marreco Futsal
20 de outubro (terça-feira)
19h – Foz Cataratas x Cascavel Futsal
Quartas de final – jogos de desempate
23 de outubro (sexta)
20h30 – São Lucas x Copagril/MCR
24 de outubro (sábado)
20h – Guarapuava x Marreco Futsal